notícia

Botafogo 2 x 3 Fluminense

Fogão perde de virada no Estádio Nilton Santos pela Taça Rio
Atualizado em 23-03-2017, 23h42

 

 


O primeiro tempo foi do Botafogo, mas o segundo do Fluminense. Após abrir 2 a 0, o time alvinegro perdeu por 3 a 2 nesta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos. Roger fez os gols do Glorioso.

O próximo adversário é o Bangu, domingo, em Moça Bonita.

O JOGO

Quem esperava um início morno e estudado se enganou. O Botafogo foi para cima no primeiro tempo, teve ótima exibição e abriu 2 a 0 sobre o Fluminense.

Logo aos 2 minutos, após jogada ensaiada, Victor Luis cruzou, Emerson Silva finalizou de direita e Diego Cavalieri fez grande defesa. Aos 14, Pimpão bateu crzado, a bola desviou em Roger e Bruno Silva mandou para a rede. Porém, havia impedimento de Roger.

Com tanto ímpeto ofensivo, o Botafogo não tardou a marcar. Bruno Silva roubou bola na zaga, Rodrigo Pimpão arrancou e lançou na medida para Roger se livrar do zagueiro e tocar na saída de Cavalieri, aos 16. Botafogo 1 x 0 Fluminense!

Outra vez Pimpão em velocidade pela direita, aos 18, cruzamento e Camilo cabeceou com perigo. O meia tirou tinta da trave em cobrança de falta pouco depois. Até que, aos 25, Montillo fez jogada de habilidade e lançou Roger, que teve tempo de driblar o zagueiro e chutar duas vezes de fazer o segundo. Botafogo 2 x 0 Fluminense!

O Fluminense, que até então pouco ameaçava, saiu para o jogo e passou a criar. Sornoza cobrou falta no travessão, Wellington arriscou finalização por cima e Douglas, de falta, obrigou Saulo a fazer boa defesa.

No segundo tempo, o jogo mudou. O Fluminense saiu com tudo, assustou com Sornoza, e teve pênalti em Wellington, aos 10. Richarlison converteu e diminuiu.

Com o gol sofrido, o Botafogo saiu e esteve perto do terceiro. Aos 12, após cruzamento, Bruno Silva desviou e Cavalieri evitou o terceiro. Aos 15, Renan Fonseca cabeceou no travessão.

Entretanto, o quem não faz leva entrou em ação. Em um contra-ataque, Richarlison recebeu pela esquerda e bateu cruzado para vencer Saulo, aos 16. Para piorar, após nova jogada de Richarlison, Renato Chaves virou o jogo, aos 23.

Vez de o Botafogo tentar buscar o empate. Sassá arriscou de bicicleta e deu uma cabeçada que Cavalieri defendeu. Victor Luis, em cobrança de falta, também parou no goleiro tricolor. No fim, Guilherme invadiu a área, driblou e foi tocado. Apesar dos pedidos de pênalti, cartão amarelo para ele. O árbitro deu apenas três minutos de acréscimo e o time alvinegro não conseguiu a reação.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva e Satiro Sodré / SS Press / Botafogo)

 

BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Joel Carli (Renan Fonseca), Emerson Silva e Victor Luis; Airton, Bruno Silva, Montillo (Guilherme) e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger (Sassá). Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos