notícia

Botafogo 2 x 1 Estudiantes

Fogão inicia a fase de grupos com vitória importante no Nilton Santos
Atualizado em 14-03-2017, 22h50

No Estádio Nilton Santos, quem dá as cartas é o Botafogo! No terceiro jogo em casa na atual edição da Conmenbol Libertadores Bridgestone, a terceira vitória! O Glorioso venceu o Estudiantes por 2 a 1, nesta terça-feira, e abriu a fase de grupos com 3 pontos. Roger e Rodrigo Pimpão fizeram os gols alvinegros.

O próximo compromisso na competição é no dia 13/04, contra o Atlético Nacional (COL). Antes, o foco volta para a Taça Rio. Domingo tem Vasco x Botafogo no Estádio Nilton Santos.

O JOGO

Estádio Nilton Santos + torcida do Botafogo em peso + Conmebol Libertadores Bridgestone = igual a grande jogo. Com um espetáculo na arquibancada, iniciado por recepção com fogos, faixas e escudo gigante, o Glorioso entrou em campo motivado para o desafio.

Contudo, não era simples. Bem postado, o Estudiantes dobrou a marcação, diminuiu espaços e foi perigoso no início. Aos 17 minutos, Ascacíbar arriscou para defesa de Gatito Fernández. Aos 18, Lucas Rodriguez bateu de longe rente à trave. já aos 23, Otero invadiu em velocidade pela direita, entrou na cara do gol e parou em ótima intervenção de Gatito.

O Botafogo, aos poucos, começou a encontrar o caminho. Se estava difícil pelo chão, cruzamentos eram uma boa opção. Em um deles, Camilo colocou na área e Carli, livre, cabeceou para fora, aos 31.

A jogada tramada finalmente saiu aos 33. Rodrigo Pimpão tocou, Montillo abriu, Marcelo cruzou, Bruno Silva pegou de bicicleta e Roger, meio de voleio meio de bicicleta, mandou para a rede! Botafogo 1 x 0 Estudiantes.

A resposta do adversário veio com cabeçada perigoso de Damonte e em finalização de Viatri defendida por Gatito. Por sua vez, o Botafogo quase ampliou em um lindo chute de Camilo, que ia no ângulo, só que Andujar espalmou para escanteio.

No segundo tempo, o Botafogo rondou a área e teve dois lances perigosos parecidos. Cruzamento de Victor Luis no segundo gol, Roger e Camilo tentaram ajeitar para o meio, pararam na zaga.

Só que o Estudiantes era um adversário complicado e tinha suas armas. A principal era Otero. Geralmente nas jogadas em velocidade, mas o atacante foi preciso também ao cobrar falta aos 16 e empatar o jogo.

Aniversariante do dia, Jair Ventura colocou Sassá no lugar de Montillo. O Botafogo partiu para cima com tudo e voltou a ficar em vantagem aos 33. Sassá fez ótima jogada pela esquerda, pedalou, cruzou, Camilo tentou a primeira e Rodrigo Pimpão marcou no rebote. Botafogo 2 x 1 Estudiantes!

O que era bom poderia ter ficado melhor aos 39. Após cruzamento de Camilo, Emerson Silva cabeceou para a rede, porém havia impedimento no lance. Na jogada seguinte, Guilherme arrancou em alta velocidade e bateu forte de esquerda, por cima.

Era o Estudiantes que precisava arriscar, mas o Botafogo que seguia criando. Sassá em arrancada individual terminou a jogada com chute por cima. Victor Luis carregou a bola e bateu, Andujar pegou.

O Botafogo foi inteligente para segurar a vitória no fim, quase marcou com Rodrigo Pimpão, e fechou a noite com os três pontos! Valeu, Fogão!

GALERIA DE FOTOS (Satiro Sodré e Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

 

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcelo, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Airton, Bruno Silva, Camilo (Rodrigo Lindoso) e Montillo (Sassá); Rodrigo Pimpão e Roger (Guilherme). Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos