notícia

Pintou a classificação

Jair cita vestiário com cheiro de tinta, mas Botafogo joga bola e avança na Libertadores
Atualizado em 09-02-2017, 01:39

O Botafogo foi grande, persistente e competente. Pimpão marcou aos 35 do segundo tempo o gol que deu a classificação ao Glorioso para a próxima fase da Libertadores, mas a batalha de Santiago começou antes. Em entrevista coletiva, Jair Ventura falou do vestiário do Estádio Monumental Arellano, com forte cheiro de tinta, e aproveitou para deixar um recado ao técnico Pedro Guede, do Colo Colo, que tanto falou de Jair e seu time antes do jogo.

- Pintaram nosso vestiário para ficar com cheiro forte de tinta. É triste. Tratamos eles tão bem lá no Estádio Nilton Santos. Futebol é resolvido dentro de campo. O Botafogo foi superior. Agora ele (Pedro Guede) vai ter que esperar a próxima - disse Jair.

O treinador alvinegro também falou sobre os momentos distintos do jogo. O gol chileno atrapalhou um pouco o início de jogo da equipe, mas não foi determinante para a classificação.

- Atrapalhou, não tem como esconder. Tinha uma vantagem e ela foi embora com 3 minutos. Tivemos que mudar, tenho uma estratégia para cada jogo, com os mesmos jogadores. Fomos superiores na partida. Inclusive, ainda não estamos no melhor momento físico.

Jair ressaltou o espírito aguerrido de toda equipe, principalmente do atacante Rodrigo Pimpão, incansável no ataque e na marcação.

- Valeu pelo gol do Pimpão, a entrega desse cara mostra a cara do Botafogo. Equipe valente, com intensidade, então conseguiu suprir a ausência do Camilo. Fomos fortes, valentes, mas ainda não conseguimos nada. Mais um grande jogo pela frente para conseguir nosso objetivo - encerrou.

O Botafogo volta ao Rio nesta quinta-feira, com chegada prevista para às 19h30, no aeroporto do Galeão. O time volta a treinar na sexta-feira de olho no clássico contra o Flamengo, pelo Estadual. Na sequência, o Fogão aguarda o vencedor do confronto entre Olimpia e Independiente del Valle.

Marcos Silva