notícia

Acostumado a decisões

Gabriel lembra que Botafogo tem se saído bem em jogos importantes e crê na vaga
Atualizado em 06-04-2014, 13h00

Suspenso, Gabriel viu de fora a derrota do Botafogo por 1 a 0 para a Unión Española. O resultado tornou decisivo o jogo de quarta-feira, com o San Lorenzo, na Argentina. Com o pensamento de transformar a ansiedade em motivação, o volante está confiante na classificação para as oitavas de final da Libertadores.

"É uma volta melhor do que nunca. Como se trata de Botafogo e Libertadores, nunca podemos estar acomodados. Aproveitei esse tempo para me preparar muito física e psicologicamente para ir à Argentina fazer um bom jogo e voltar com a vaga", destaca Gabriel, que lembra o bom retrospecto recente em jogos decisivos, como no título carioca e na classificação para a Libertadores.

"Temos que saber usar a pressão deles de jogar em casa e a obrigação de vencer a nosso favor. Vão deixar espaço para acharmos nossas jogadas e fazer o gol, para voltarmos classificados. É uma decisão, mas estamos acostumados a essas partidas desde o ano passado. Fizemos muitas finais e nos saímos bem. Vamos fazer um bom jogo", aposta.

Neste domingo, Eduardo Hungaro testou o time com uma alteração: Bolatti no lugar de Wallyson, que entrou na segunda parte da atividade. O treino foi acompanhado pelo presidente Mauricio Assumpção. A equipe foi: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Airton, Gabriel, Bolatti, Jorge Wagner e Lodeiro; Ferreyra.

"São alternativas que o professor está usando para termos mais formas de jogo. Independentemente de dois ou três volantes, estamos acostumados. Começamos o ano com três. São alternativas para termos uma boa atuação quarta. Estamos trabalhando em cima do que o San Lorenzo joga. Tenho certeza que vamos bem organizados para fazer um bom jogo e voltarmos classificados", crê Gabriel.

Danilo Santos