notícia

Flamengo 0 x 0 Botafogo

Fogão empata no Maracanã e vai a 55 pontos no Campeonato Brasileiro
Atualizado em 05-11-2016, 18h57

 

 

Em um estádio no qual não está acostumado a jogar atualmente, com apenas 10% de torcida a seu favor por conta do regulamento, o Botafogo empatou em 0 a 0 com o Flamengo, neste sábado, no Maracanã, e foi 55 pontos no Campeonato Brasileiro. O Glorioso criou boas chances e poderia ter vencido.

O próximo duelo é com a Chapecoense, no dia 16, na Arena Botafogo. A torcida alvinegra já está convocada.

O JOGO

A volta do Botafogo ao Maracanã foi em um sábado chuvoso, com 10% de torcida no Maracanã. Menos mal que os alvinegros presentes "ganharam no grito" e jogaram junto.

O começo do jogo foi truncado, disputado a cada palmo, com leve vantagem para o Flamengo, que tentou três vezes: Diego, Guerrero e Fernandinho, todos por cima.

O Botafogo começou a responder em um bonito chute de Airton, sobre o gol, com perigo. Rodrigo Lindoso também arriscou e quase marcou, aos 20 minutos. Rodrigo Pimpão, de carrinho, mandou por cima; Neilton recebeu de Airton na entrada da área, ajeitou, mas o chute foi travado por Jorge.

A esta altura, o Botafogo era melhor e fazia jogadas bonitas, como as canetas de Airton e Victor Luis em Fernandinho e Diego. Porém, o adversário era perigoso nos contra-ataques. Em um deles, aos 35, Diego parou em grande defesa de Sidão. No último lance do primeiro tempo, foi a vez de Rodrigo Lindoso testar Muralha, que encaixou.

Na etapa final, o Botafogo voltou com tudo e merecia ter aberto o placar logo no início. Na saída de bola, em jogada ensaiada, Carli lançou, Rodrigo Pimpão ajeitou de cabeça, Neilton dominou e colocou no canto, Muralha tocou de leve e evitou o gol, apesar de quase falhar.

Aos 3 minutos, Camilo bateu falta da direita, Emerson subiu bem e cabeceou para fora. Na melhor chance, aos 4, Alemão fez ótimo cruzamento, Pimpão ganhou alto de Muralha e cabeceou, a bola caprichosamente saiu rente à trave.

O Flamengo respondeu com cobrança de falta de Diego, da entrada da área, na rede pelo lado de fora. Aos 11, Jorge deu trombada proposital em Airton sem bola e não recebeu cartão. No lance seguinte, Fernandinho foi ao fundo e cruzou para Guerrero quase concluir.

Era lá e cá. Vez de o Botafogo criar. Rodrigo Pimpão ganhou no alto e ajeitou de cabeça, Camilo arriscou de canhota, a bola desviou e passou perto. Aos 25, Camilo cobrou falta da esquerda direto para o gol e Muralha rebateu.

As mudanças de Jair Ventura foram Diogo e Sassá nos lugares de Airton e Neilton. O Flamengo teve duas chances, uma com Emerson na rede por fora, outra com Marcelo Cirino, finalizando mal na pequena área. O Botafogo, aos 36, teve uma boa tabela entre Pimpão e Neilton, concluída por este último para defesa de Muralha.

As chances continuaram para os dois lados. Leandro Damião tentou, cortou e foi travado na área. Alemão deu bom passe e Rodrigo Pimpão finalizou para fora. Em uma das melhores oportunidades, já no final, Pimpão foi lançado, entrou na área livre, escolheu o canto e bateu na rede pelo lado de fora. Dia de 0 a 0 no Maracanã.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

 

BOTAFOGO: Sidão, Alemão, Joel Carli, Emerson e Victor Luis (Gervasio Nuñez); Airton (Diogo), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Rodrigo Pimpão e Neilton (Sassá). Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos