notícia

Na hora certa

Wallyson confia em retorno dos gols e vê Botafogo pronto para guerra quarta
Atualizado em 05-04-2014, 13h17

Um início entusiasmante, com quatro gols nos dois primeiros jogos na Libertadores e grandes atuações. Desde então, Wallyson não conseguiu o mesmo êxito, mas não foi por falta de empenho ou dedicação. O atacante do Botafogo passou a ser visto de forma diferente pelos adversários, mas crê que os gols voltarão a sair em breve.

"A marcação aumentou um pouco, todo mundo sabe. Estou tentando sair dela, trabalhando muito, para procurar espaço e fazer jogadas, meu ponto forte. Trabalho do mesmo jeito porque vai chegar o momento que a bola vai começar a entrar de novo. Estou há mais de um mês sem fazer gol, mas tenho a confiança da torcida e dos companheiros. Espero marcar nesse jogo e ajudar o Botafogo. Vai ser na hora certa", diz Wallyson, que tem boa lembrança do San Lorenzo, adversário quarta-feira.

"Meu último gol foi contra eles, uma grande equipe, que sempre dá trabalho. É estar com a cabeça tranquila, fazer jogadas e melhorar meu futebol para sair com bom resultado lá", comenta.

Neste sábado, o atacante treinou entre os titulares na atividade tática comandada por Eduardo Hungaro. Sem Jorge Wagner, liberado devido ao nascimento de seu filho, o time foi: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Airton, Gabriel, Bolatti e Lodeiro; Wallyson e Ferreyra.

"Vai ser uma guerra, porque eles precisam também da vitória para passar de fase, assim como nós. Brasil e Argentina sempre é jogo pegado, de muitas faltas, temos que estar preparados para um jogo truncado, mas sabendo que temos boas chances de conseguir um grande resultado", ressalta Wallyson.

Confira as melhores imagens de Satiro Sodré / SS Press / BFR neste sábado!




Danilo Santos