notícia

Só depende de si

Jefferson confia no Botafogo e diz que é momento de time se abraçar para buscar vaga
Atualizado em 03-04-2014, 16h44

Uma derrota inesperada evitou a classificação antecipada do Botafogo para as oitavas de final da Copa Bridgestone Libertadores. Para o grupo, o revés diante da Unión Española (CHI) só adiou a definiçaõ. A confiança na vaga é grande, como declarou o goleiro Jefferson, capitão da equipe.

"A situação mudou, mas só depende da gente, é o principal. Uma vitória nos dá a classificação. Estamos tranquilos. É claro que todo mundo gostaria de ter classificado com uma rodada de antecedência e com o apoio do torcedor. Mas o futebol é isso, o time correu e mostrou vontade, não aconteceu o que queríamos. Vamos trabalhar essa semana", prega Jefferson, que descarta jogar por um empate, resultado que pode valer a vaga.

"Sabemos que um empate pode nos dar a classificação, mas estamos pensando em ir para vencer. Time grande tem pressão e cobrança. Ficamos chateados e tristes porque não demos alegria antecipada à torcida, mas fizemos um bom jogo e estamos confiantes em buscar os três pontos na Argentina", diz o goleiro.

Nesta quinta-feira, o elenco se reapresentou com um treino no Stadium Rio (titulares na academia e os demais no campo anexo). No início da preparação para o decisivo jogo com o San Lorenzo, veio a notícia de que Edílson foi punido pela Conmebol e terá de cumprir mais uma partida de suspensão, se juntando a Marcelo Mattos como desfalque. Por outro lado, Gabriel e Ferreyra voltam.

"Vamos mostrar para o grupo que nosso time é qualificado, forte, não chegou até aqui à toa. Ninguém caiu de pára-quedas. Temos capacidade de chegar na Argentina e vencer o jogo. É o momento de se abraçar e sonhar junto, com certeza vamos fazer um grande jogo e conseguir a classificação", finaliza Jefferson.

Danilo Santos