notícia

Logo ali

Com nove gols na conta, Sassá supera meta inicial e briga pela artilharia do Brasileirão
Atualizado em 23-08-2016, 12:30

Uma lesão que atrapalhou, mas não tirou a fome de gols de Sassá. O atacante parou justamente quando vinha bem na temporada passada, ficou seis meses no estaleiro e voltou de forma "sassácional". Um gol na Copa do Brasil e nove no campeonato brasileiro em 13 jogos disputados. Um triângulo amoroso perfeito entre o cara, a bola e a rede.

Esse negócio de artilharia é consequência do trabalho. Importante é a gente tirar o Botafogo dessa situação, fazer um segundo semestre bem melhor do que a gente fez no primeiro. Espero seguir marcando gols. Eu tinha um objetivo de fazer dez gols, fiquei muito tempo parado. Essa meta eu já bati, agora quero mais porque estou vendo que tem muita água para rolar - disse Sassá, que vive fase goleadora no alvinegro.

Se a relação com a rede flui perfeitamente, com o treinador Jair Ventura o entrosamento também é grande. E não é de agora. Sassá foi muito utilizado pelo professor ainda na base, quando trabalharam juntos no Sub-20 alvinegro. Ano marcado por gols de Sassá e títulos internacionais para o Glorioso. No profissional a parceria se repete e o começo, com três gols em dois jogos, é animador.

- O Jair me conhece bastante, a gente ganhou um título junto lá na base e eu fui feliz em fazer o gol do título. Isso é fruto do trabalho, nosso time é batalhador. Espero que a gente continue nessa crescente - confia o feliz da vida Sassá.

Sassá chuta e a bola entra. Tem sido sim. Ótimo, mas no o suficiente para o atacante. Sassá sabe que precisa evoluir e estabele seu preparo físico como principal ponto a melhorar, o que é normal vindo de um longo período de inatividade.

- Tenho que melhorar mais na parte física, conseguir aguentar mais os jogos. A gente vai entrar agora em uma sequência difícil, espero que eu consiga essa sequência que eu tanto sonho, de fazer 10, 11 jogos seguidos. É complicado, venho de um período de seis meses parado, não foi uma lesão fácil. Estou feliz pelo momento, não estou no meu melhor ainda. Tenho coisas para evoluir - frisou.

Trabalho não vai faltar e descontração também. Se for levar para a matemática fica mais simples ainda. A conta fica: Sassá + vestiário = alegria garantida.

- Os caras ficam falando: "Pô, Sassá, você tem muito faro de gol" (risos). Mas isso é só brincadeira no vestiário - brincou Sassá, mexendo no nariz para indicar seu faro goleador.

O Botafogo segue a preparação para a partida contra o Atlético Paranaense, segunda-feira, às 20h, na Arena da Baixada. O Glorioso soma 26 pontos e ocupa a 13ª colocação na competição nacional.

Marcos Silva