notícia

Internacional 2 x 3 Botafogo

Fogão brilha no Sul, vence e vai a 12 pontos no Brasileirão!
Atualizado em 26-06-2016, 17h55

 

 

Com uma atuação determinada e vibrante, o Botafogo venceu o Internacional por 3 a 2 em um jogo emocionante, neste domingo, no Beira-Rio, e chegou a 12 pontos no Campeonato Brasileiro! Dá-lhe, Fogão! Fernandes, Neilton e Camilo fizeram os gols alvinegros.

O próximo adversário é o Atlético-MG, quinta-feira, no Mineirão.

O JOGO

Na estreia de Camilo, o Botafogo fez um grande primeiro tempo. Abriu 2 a 0 e terminou com um jogador a mais, devido a fatores como solidez defensiva, velocidade no contra-ataque e eficiência no ataque.

Como mandante, o Internacional tentou tomar a iniciativa. Porem, não tardou para o Fogão abrir o placar. Aos 8 minutos, em ótima jogada pela direita, Luis Ricardo se livrou de dois e cruzou na medida para Fernandes dominar e bater firme! Inter 0 x 1 Botafogo.

Em desvantagem, o time da casa saiu para o ataque e levou perigo duas vezes. Aos 13, Sidão fechou o ângulo e evitou conclusão de Sasha. Aos 14, após cruzamento e confusão na área, Bruno Silva tirou gol de Sasha.

Como o Internacional se lançou, sobrou espaço para o Botafogo contra-atacar. E com precisão! Diogo roubou bola na zaga, driblou, Bruno Silva lançou de trivela, Camilo deu bom passe e Neilton mandou para a rede, aos 15, em um belo gol! Inter 0 x 2 Botafogo!

A partir daí, começou uma pressão mais intensa. Aos 31, Willian pegou sobra na área e finalizou forte para boa defesa de Sidão. Andrigo tentou duas vezes, sem sucesso.

O Botafogo, que teve uma chance com Fernandes defendida por Jacsson, viu sua situação melhorar aos 43. Foi quando Fabinho deu carrinho por trás em Neilton e foi expulso. Na cobrança, Camilo obrigou o goleiro a trabalhar e espalmar.

Na etapa final, o panorama se manteve: Inter com a bola, Botafogo perigoso nos contra-ataques. Anderson mandou uma por cima, mas era o time alvinegro que tinha as melhores chances. Aos 13, Camilo cobrou falta sobre o gol. Aos 18, em lance incrível, Ribamar ganhou na força, entrou na área e foi agarrado por Willian, Neilton teve a sobra livre e errou o alvo.

O jogo era de chances dos dois lados: Neilton finalizou mais uma por cima; Sasha mandou na rede pelo lado de fora; Luis Ricardo bateu para defesa de Jacsson.

Até que virou partida de gols para todo lado, com três em seis minutos. Em contra-ataque, Sasha diminuiu aos 24. Camilo respondeu com um golaço aos 26, em seu último lance em campo. Já aos 28, Ernando, de cabeça, alterou o placar para Internacional 2 x 3 Botafogo.

A grande chance para ampliar veio aos 33, em contra-ataque de quatro contra um. Neilton e Ribamar tocaram, Fernandes tinha Gervasio Nuñez livre ao lado, optou por finalizar e acertou a trave.

O Inter voltou a ameaçar no fim. Em cobrança de falta de Alex, Sidão pegou com firmeza. Aos 42, o goleiro apareceu novamente em uma grande defesa em cabeçada à queima-roupa. Ainda teve pressão no fim, Gervasio quase marcou o quarto, o Botafogo se defendeu e segurou a vitória!

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo; Airton (Rodrigo Lindoso), Bruno Silva, Fernandes (Gegê) e Camilo (Gervasio Nuñez); Neilton e Ribamar. Técnico: Ricardo Gomes.

Danilo Santos