notícia

Foco no aprendizado

Atletas alvinegros ganham bolsas de estudo e passarão período de intercâmbio nos EUA
Atualizado em 23-05-2016, 18:20

O Botafogo continua trabalhando forte para dar as melhores condições e oportunidades para seus jovens se desenvolverem, não apenas no âmbito esportivo mas também no âmbito social e cultural. Como prova dessa metodologia, o Glorioso, através do seu Departamento Internacional, vem promovendo um sistema de intercâmbios internacionais que possibilitam aos garotos de General vivenciarem novas experiências.

Após serem campeões da Dallas Cup, em março deste ano, vestindo a camisa do Golden State, o goleiro Claysson e o zagueiro Luca, ambos da equipe Sub-20 do Botafogo, ganharam uma bolsa de estudos e retornaram aos EUA para passar por um novo período de aprendizado e crescimento em solo americano. Grande idealizador do processo, o Gerente Geral da base alvinegra Eduardo Freeland explicou sobre o objetivos do sistema de intercâmbio feito pelo Botafogo.

- O objetivo do clube com os intercâmbios internacionais é retomar de uma forma bastante intensa esse trabalho de oportunizar aos nossos jovens experiências fora do pais. O foco principal é dar amadurecimento aos jogadores, através de uma vivência internacional onde eles irão conhecer novas culturas, novas escolas de futebol, irão observar como as equipes jogam e como é a rotina dos clubes. Então, terão esse ganho de vivências que irá gerar um grande amadurecimento a eles. Já vimos isso com os nossos jogadores que hoje estão no profissional e já passaram por essas experiências na base, onde eles citam que esses momentos fora do país foram essenciais nas trajetórias deles dentro do clube. - enfatizou.

Sem título
Zagueiro Luca e goleiro Claysson em ação com a camisa do Botafogo.

Sobre a parceria com o Golden State, clube americano que recebe os jovens alvinegros muito bem e disponibiliza toda a estrutura necessária, Freeland conta como aconteceu e relembra outras ações de sucesso feitas entre os clubes. 

- A parceria com o Golden State surgiu no início do ano passado após um evento que eu estive em São Paulo. Eles estão com um projeto muito interessante de cada vez mais profissionalizar o futebol deles dentro dos EUA. É uma equipe que já tem um foco grande em desenvolvimento de jogadores, participam de muitas competições ao longo da temporada e vem nesse processo de profissionalização. Fizemos o primeiro intercâmbio em dezembro do ano passado participando da Liga nacional americana. Em março desse ano, tivemos a segunda etapa onde mandamos 6 atletas nossos que ajudaram a equipe a ser campeã da Dallas Cup. Agora, o Luca e Claysson ganharam bolsas de estudo e voltaram para o clube americano, onde passarão por um novo período de intercâmbio. - disse Eduardo.

Feliz e animado como essa nova etapa, o jovem goleiro Claysson falou sobre a oportunidade recebida e se mostrou bastante grato ao Botafogo e também ao Golden State.

- Será uma experiência muito boa estar nos EUA! Além disso, vou poder aprender outra língua e vivenciar coisas novas. Espero conseguir novamente ir bem por lá. Não podia deixar de agradecer ao Botafogo por ter me dado essa oportunidade tão grande e também ao Golden State pelo convite. - agradeceu o menino.

Tão feliz quanto o filho, Ana Maria parabenizou o trabalho e também se mostrou agradecida ao Glorioso. Ela valorizou o quanto seu filho irá crescer como pessoa com esse período fora do pais.

- Acho muito bom e nobre esse trabalho. Essa oportunidade de está viajando e conhecendo outras culturas muda a vida de um jovem, e ainda poder estar estudando é ótimo. Com certeza será importante na formação dele como homem e cidadão de bem. Fiquei muito feliz quando o Claysson me disse que ia a primeira vez. Torço que mais jovens como ele tenham essa oportunidade. O Botafogo está de parabéns. - contou, ao lado do marido Damião Lima.

Sem título
Em março, 6 alvinegros ajudaram o Golden State a ganhar a Dallas Cup, entre eles Luca e Claysson

Outro que também ficou radiante com a oportunidade de viajar e passar 6 meses nos EUA foi Luca. O zagueiro alvinegro lembrou do título da Dallas Cup essa sua primeira estadia no clube americano e espera que dessa vez a bagagem volte ainda mais recheada de taças e conhecimentos.

- A minha primeira experiência internacional foi excelente, com títulos. Nessa nova etapa, passarei 6 meses, um tempo maior, e espero desfrutar de novas experiências e conquistar mais títulos. Minha carreira está só no começo, esse período será muito importante para o meu amadurecimento, afinal, o Botafogo (clube a qual pertenço) vem me dando diversas oportunidades, serei eternamente grato. - comentou Luca. 

Em um bonito depoimento, os pais de Luca também manifestaram seus sentimentos e se mostraram orgulhosos pelo filho e pelo o que Botafogo fez com suas jovens promessas. 

- Achei de uma inteligência fantástica do clube. É muito importante a experiência, estudo e conhecimentos de outra cultura e idioma. Quantos pais não gostariam de levar seus filhos somente para estudar? E ainda tendo a oportunidade de também fazer o que mais gosta, que é jogar futebol? Então, só tenho que parabenizar o Botafogo e dizer que a formação de uma criança é a base da família e digo com maior orgulho que o meu filho foi muito bem acolhido no clube, por isso entendo que o Botafogo vem crescendo na formação de jovens atletas. - disseram Adirleia e Luís Carlos.

Sem título
Zagueiro Luca com sua família no aeroporto antes do embarque para os EUA.

Não é atoa que os Garotos de General estão cada vez mais no centro dos holofotes e não se deixam levar por isso. O trabalho para o formação integral dos nossos meninos dentro da base é extremamente cuidadoso. Feito com muita dedicação, competência e carinho, dando aos meninos as melhores oportunidades possíveis para serem, no futuro, a base do Glorioso.

Fabio de Paula