notícia

Justa homenagem

Garrincha e Botafogo são destaques na sessão de abertura do CINEfoot 2016
Atualizado em 20-05-2016, 13h20

Ponta-direita de dribles desconcertantes e considerado o mais habilidoso jogador de futebol de todos os tempos, sendo símbolo máximo do Botafogo, Garrincha foi homenageado na sessão de abertura do CINEfoot 2016 (Festival de Cinema de Futebol), na noite da última quinta-feira, no Espaço Itaú de Cinema. Antes de ser exibido o filme "Primeiro João," de André Castelão, o Presidente do Conselho Deliberativo Jorge Aurélio Domingues foi presenteado com uma placa em honraria e retribuiu com duas camisas alusivas ao Anjo das Pernas Tortas, uma atual e outra retrô, cedida pela Estilo Carioca.

- É um prazer estar aqui nesse momento em que o CINEfoot homenageia Garrincha, que foi, sem sobras de dúvidas, o maior ponta-direita do mundo de todos os tempos. Para nós, botafoguenses, o maior jogador de futebol do mundo de todos os tempos. Poderão surgir outros bons, mas igual ao Garrincha não haverá jamais - destacou Jorge Aurélio Domingues.

Na sua sétima edição o CINEfoot celebra a camisa número 7, sendo exibidos filmes de 19 a 24 maio em diversos locais da Cidade Maravilhosa.

Garrincha, enterno camisa 7 do Botafogo, jogou no clube de 1953 a 1965. Pelo Botafogo, disputou 621 partidas e marcou 243 gols. Conquistou três Campeonatos Cariocas (57, 61 e 62) e dois Torneios Rio-São Paulo (62 e 64). Titular da Seleção Brasileira da Copa de 58, além de ter sido o principal responsável pela conquista do bicampeonato mundial no Chile (62), Garrincha detém até hoje a impressionante marca: perdeu apenas uma das 61 partidas que fez com a camisa do Brasil. Pela Seleção, disputou 60 jogos, marcando 17 gols.

cinefoot5 cinefoot1 cinefoot6

Assessoria de Imprensa