notícia

Com jeito

Jefferson vê jogo de estratégia contra o Fluminense para avançar à decisão do Estadual
Atualizado em 21-04-2016, 11:51

Um clássico já exige um cuidado especial, ainda mais quando vale uma vaga na decisão do Campeonato Carioca. O Botafogo já enfrentou o Fluminense em duas oportunidades na atual temporada, venceu uma e empatou a outra. Agora, em Volta Redonda, a chance de chegar à final sobre o rival que o jogo parece ter encaixado da melhor maneira. Pilar do time, Jefferson não espera vida fácil e coloca a estratégia como ponto principal para o sucesso.

- Temos que jogar um jogo estratégico e eficiente dentro de campo tanto ofensivamente quanto defensivamente. Sabemos que o empate favorece o Fluminense. Fizemos um grande jogo contra eles e fomos eficientes. Temos que pegar aquele jogo como exemplo para sairmos classificados - ressaltou o capitão.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Jefferson:

AQUI É BOTAFOGO

- Para muitos o Botafogo era azarão, mas nunca colocamos isso internamente. Sabemos o que passamos desde a pré-temporada. Olhamos um na cara do outro e depositamos confiança. Temos provado em campo que aqui tem homens de família. Mostramos para muitos que o Botafogo está no caminho certo.

VANTAGEM DO EMPATE? CUIDADO...

- Tivemos uma experiência dessa em 2013. Acabamos revertendo dois resultados contra Flamengo e Vasco. É um jogo diferente, não é aberto. Não sabemos como o Fluminense virá. Será um jogo de inteligência e disputado.

BRIGA DE GENTE GRANDE

- Chegamos confiantes e mais fortes por tudo que passamos na competição. Creio que muitos achavam que o Botafogo não iria sequer classifica, mas mostramos que estamos no caminho certo e para brigar de igual para igual com o Fluminense. Isso é o mais importante.

ENTRE OS MELHORES

- Essa enquete é legal, mas o mais importante é saber que estamos fazendo uma bela história no Botafogo. Sei que acabo sendo exemplo para outros goleiros que estão subindo para o profissional. Fico feliz por estar entre os melhores e isso me motiva cada vez mais para seguir trabalhando.

SEM BLÁ BLÁ BLÁ
 
- Acho que vai muito das características dos jogadores e aqui no Botafogo não tem isso. O mais importante é o respeito pelo adversário, temos amigos do outro lado também.

JOGANDO JUNTO

- Esse jogo é preciso jogar junto, coletivo. Costumamos dizer que é o time que ataca e defende junto, facilita os setores. Temos que ser eficientes na frente e atrás. É preciso ter bastante cautela.

FLUMINENSE MAIS FORTE COM LEVIR

- O diferencial do Fluminense hoje é o Levir Culpi. Sabemos que ele está dando uma nova cara e a tendência é um time mais forte do que no início da competição. Claro que vão comemorar esse título, mas não influencia tanto. O que importa é o que fizeram na competição.

FRED

- Já o conhecemos de longa data e sabemos da qualidade e liderança que ele tem. Claro que a atenção está no Fred, mas o Fluminense conta com um bom time e temos que estar atentos com todos.

BUSCA POR REFORÇOS

- Às vezes acabo sendo um pouco repetitivo, mas no começo do ano o Botafogo entrou na competição desacreditado e o presidente conseguiu montar uma equipe competitiva para o Carioca. Todos sabemos que o Brasileiro é mais difícil e ele está atrás de reforços, até por ser um campeonato mais longo. São contratações pontuais para não cometer loucuras.

DIEGO CAVALIERI

- O Cavalieri é uma pessoa que aprendi a admirar muito, não só como goleiro, mas como pessoa. É um goleiro excepcional pela técnica, frieza e posicionamento. Torço por ele, mas nesse jogo não muito.

Marcos Silva