notícia

Sua estrela vai brilhar

BotaSangue inicia nova campanha com ações em Petrópolis e, pela primeira vez, no Rio
Atualizado em 18-04-2016, 18h15

A Campanha BotaSangue está de volta! Desta vez, em duas frentes, desta segunda-feira (18 de abril) até dia 30: em Petrópolis e, pela primeira vez, no Rio de Janeiro. Os alvinegros estão convocados a doar sangue e torcedores de todos os times são bem-vindos, já que o objetivo é salvar vidas.

A Serum (banco de sangue situado no centro do RJ e responsável por abastecer 18 clínicas e hospitais na capital carioca) e o Banco de Sangue Santa Teresa iniciam nesta segunda-feira a campanha BotaSangue, ação com apoio da torcida alvinegra que tem os objetivos de aumentar o número de doação de sangue e estabelecer estoques seguros e adequados nesta época em que, em razão dos surtos de enfermidades como a dengue, Zikavírus e Chikungunya, a demanda por transfusões de sangue aumenta. Em contrapartida, o número de volutuários para doar sangue diminui, tendo em vista que, devido a estas mesmas epidemias, muitas pessoas que tiveram algumas delas ficam temporariamente inaptas para doarem sangue (cerca de 30 dias após cessar todos os sintomas).

O Botafogo apoia essa iniciativa. Além disso, os primeiros voluntários a comparecerem no Serum ou no Banco de Sangue Santa Tereza serão homenageados com uma camiseta exclusiva da campanha com os dizeres "BotaSangue, vivo essa paixão", na frente; e "O meu sangue ferve por vocês" atrás.

Segundo a captadora Kátia Silvino, do Serum, e o captador Alexandre Paladino, do Banco de Sangue Santa Teresa, apesar de a campanha ter apoio dos botafoguenses, torcedores de todos os times podem doar.

- Nosso desejo é que as pessoas se unam, independentemente do time de seus corações, e despertem para a doação. Nossos pacientes precisam desse ato de amor para terem as vidas salvas - afirmam.

SERUM

A Serum é responsável por realizar, em média, de 1.500 a 2.000 transfusões por mês e precisa de 60 doações por dia para atender a esta demanda com segurança. O sangue coletado ajuda a salvar vidas de pacientes de 18 hospitais localizados nos municípios do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense. Para doar, basta comparecer no Hospital da Ordem Terceira do Carmo, 3º andar, na rua do Riachuelo, n° 43, no Centro do Rio de Janeiro – próximo aos arcos da Lapa. O horário é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Nas quartas-feiras o horário se estende até as 17h, e aos sábados, as doações acontecem entre 8h e 12h.

BANCO DE SANGUE SANTA TERESA

Já o Banco de Sangue Santa Teresa é responsável por realizar, em média, 650 transfusões por mês e precisa de 65 doações por dia para atender a esta demanda com segurança. O sangue coletado ajuda a salvar vidas de pacientes tanto do SUS quanto da rede particular. São pessoas atendidas em prontos-socorros e nos hospitais Santa Teresa e Unimed, além de pacientes encaminhados pelas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), que dependem dessas doações todos os dias.

Para doar basta comparecer ao Banco de Sangue Santa Teresa qualquer dia da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 18h. A unidade está localizada no térreo do Hospital Santa Teresa, na rua Paulino Afonso, 477, bairro Bingen. O local possui estacionamento para doadores. Mais informações pelos telefones (24) 2245-2324 ou (24) 99269-4355.

Veja como é fácil doar    

Os interessados precisam pesar mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Não é necessário fazer jejum, mas é preciso esperar 3 horas após o almoço ou a ingestão de alimentos gordurosos. No local, basta apresentar um documento oficial com foto e ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização e estar acompanhados por um responsável). O voluntário não pode ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Quem tiver feito tatuagem e/ou piercing recentemente precisa aguardar 12 meses após o procedimento, e quem fez endoscopia deverá aguardar 6 meses após a realização do procedimento.

Botafogo de Futebol e Regatas