notícia

Vasco 1 x 1 Botafogo

Fogão reage, busca empate em golaço de Emerson e segue líder invicto
Atualizado em 29-02-2016, 21h01

 

 

Com luta e determinação até o fim, o Botafogo mostrou poder de reação para buscar o empate em 1 a 1 com o Vasco, neste domingo, em São Januário. Emerson fez um golaço de falta, que manteve o Glorioso com a melhor campanha do Estadual, líder, agora com 19 pontos.

O próximo adversário é o Boavista,no domingo.

O JOGO

Novamente em São Januário, o Botafogo era visitante desta vez, com apenas 10% dos ingressos destinados para sua torcida. Porém, dentro das quatro linhas, o jogo parecia em campo neutro, com total equilíbrio, muita marcação e disputas mais ríspidas. A igualdade entre as forças resultou em um 0 a 0 na etapa inicial.

O primeiro lance de perigo foi do Botafogo, aos 11, quando Gegê lançou Bruno Silva, que dominou tirando de Rodrigo e, dividindo, chegou antes de Julio Cesar para chutar por cima. A resposta do Vasco veio em boa jogada de Riascos pela direita, dois dribles e cruzamento para Jorge Henrique, de cabeça, errar o alvo.

Um lance gerou preocupação nas duas torcidas. Jefferson fez defesa, Riascos veio em velocidade e houve choque de cabeças. Apesar dos sustos e dos pontos no goleiro alvinegro, os dois se recuperaram e seguiram na partida. Quando o jogo foi reiniciado, o Botafogo teve uma grande oportunidade. Rodrigo recuou fraco de cabeça, Ribamar foi esperto, chegou antes de Martin Silva para finalizar, mas o goleiro saiu bem e fechou o ângulo, aos 21.

Do lado cruzmaltino, o melhor lance foi com Riascos, que cortou da direita para o meio e bateu de canhota, em curva, rente à trave, aos 36.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com Neilton no lugar de Luis Henrique. O atacante entrou querendo jogo e quase fez um golaço aos 2. Ele avançou pela esquerda, pedalou, deixou Luan na saudade e bateu no cantinho, colocado, mas Martin Silva fez uma grande defesa na ponta dos dedos e jogou para escanteio.

O Vasco também mudou. E obteve resultado rápido. Eder Luis, que acabara de entrar, foi lançado em velocidade pela direita, livre, e rolou para Riascos empurrar para as redes, aos 15.

Salgueiro foi escolhido por Ricardo Gomes para entrar, no lugar de Gegê. Ele deu dinâmica e mais poder ofensivo, mas a esta altura o Vasco se defendia bem. Além de ameaçar com Nenê, em uma cobrança de falta defendida por Jefferson, e um bonito chute na trave, já aos 39.

Entretanto, o Botafogo se recusou a desistir, seguiu atrás do seu gol e foi premiado. Salgueiro entrava com liberdade, quando foi derrubado por Bruno Gallo. A falta era de longe, mas Emerson acertou um chute espetacular, forte, no ângulo, sem chances para Martin Silva, aos 41. Vasco 1 x 1 Botafogo!

O Fogão ainda teve a melhor chance para vencer o jogo, já no fim, quando Salgueiro rolou para Ribamar soltar uma bomba, a bola desviar e ir por cima. Valeu pela reação e por manter a invencibilidade.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

 

BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson e Diogo; Airton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (Lizio) e Gegê (Salgueiro); Ribamar e Luis Henrique (Neilton). Técnico: Ricardo Gomes.

Danilo Santos