notícia

Independiente Del Valle 2 x 1 Botafogo

Glorioso perde partida polêmica, mas segue líder e terá 2 jogos em casa
Atualizado em 12-03-2014, 21h40

Diante de muitas adversidades, como altitude, campo e lama, o Botafogo ainda foi prejudicado pela arbitragem e perdeu por 2 a 1 para o Independiente Del Valle (EQU) devido a um gol no fim, nesta quarta-feira. Bolívar e Edílson foram expulsos quando o jogo estava 1 a 1 e o Glorioso era superior. O time se mantém na liderança de seu grupo na Copa Bridgestone Libertadores e terá duas partidas no Maracanã pela frente (contra Independiente Del Valle e Unión Española).

O JOGO


A altitude era um adversário conhecido. A ela se somou a chuva e o gramado em condições ruins como dificultadores para o Botafogo no Equador, além do Independiente Del Valle, já ambientado às condições locais. No quarto minuto de jogo, o time da casa só não abriu o placar porque Jefferson fez grande defesa em cabeça de Lamas.

O melhor lance do Botafogo na etapa inicial veio aos 6. Após boa troca de passes, consciente, Julio Cesar rolou para Jorge Wagner, da entrada da área, bater por cima.  

O Independiente Del Valle cresceu e passou a mandar no jogo. Teve gol anulado, fez Jefferson trabalhar e saiu na frente. Aos 25, Nuñez recebeu lançamento pela direita, invadiu a área e bateu forte, cruzado, sem chances para o goleiro alvinegro.

Sem conseguir criar lances de perigo, o Botafogo pôde reclamar no primeiro tempo apenas de pênalti não marcado em Lodeiro, atropelado dentro da área. Antes, Jefferson já havia feito outra boa defesa, em cabeçada de Angulo.

Porém, na etapa final, a situação mudou. O Independiente até começou ameaçando, com uma finalização de Angulo para fora e uma cobrança de falta bem defendida por Jefferson. Mas foi o Botafogo quem mostrou seu futebol. Aos 7, Lodeiro lançou Wallyson, que limpou o marcador e bateu para fora, com muito perigo. O uruguaio também arriscou de fora da área, sem sucesso.

A igualdade no placar veio na jogada de bola parada, exaustivamente treinada pelo Botafogo. Aos 14, Jorge Wagner cruzou da esquerda, Dória desviou no primeiro pau e Bolívar entrou de peixinho para marcar. Independiente Del Valle 1 x 1 Botafogo!

Lamas teve oportunidade de desempatar, aos 16, e para sorte alvinegra desperdiçou. Do outro lado, faltou um pouco de sorte para o chute de Julio Cesar, desviado, entrar. A bola passou raspando, aos 21. Pouco depois, Wallyson recebeu pela direita e mandou por cima.

Quando o Botafogo era superior no jogo, a arbitragem mudou o rumo da partida. Dória levou uma cotovelada e ficou com a boca sangrando, na sequência do lance Bolívar fez falta e foi expulso, aos 28 (um detalhe: o zagueiro levou o primeiro cartão em jogada em que sequer houve falta). Edílson foi reclamar, mas também recebeu o cartão vermelho.

Com dois jogadores a menos, Eduardo Hungaro recompôs seu sistema defensiva, com Lucas e André Bahia nos lugares dos atacantes Ferreyra e Wallyson. O time aguentava heroicamente, até ser injustamente castigado por gol de Sornoza aos 46, em chute certeiro de fora da área.

Veja as melhores imagens do dia do Botafogo em Quito




BOTAFOGO: Jefferson, Edílson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Jorge Wagner e Lodeiro (Bolatti); Wallyson (André Bahia) e Ferreyra (Lucas). Técnico: Eduardo Hungaro.

Danilo Santos