notícia

Peito aberto

Gegê vê vida nova no Botafogo e trabalha forte por mais oportunidades
Atualizado em 16-01-2016, 14:47

Um jovem formado no Botafogo, conhecedor do clube e com uma vontade enorme de mostrar serviço. Um dos mais empenhados na pré-temporada alvinegra, o meia Gegê trabalha duro para conquistar a confiança do treinador Ricardo Gomes. Tranquilo, o jogador volta o foco totalmente para o trabalho e vê 2016 como um recomeço com a camisa alvinegra.

- Quero me dedicar para passar confiança para o professor e poder jogar. Procuro sempre dar o meu melhor e tenho me empenhado para dar o melhor dentro de campo. Claro que isso nem sempre acontece, faz parte do futebol. Tenho que trabalhar bastante para dar tudo certo. Meu objetivo no Botafogo é ganhar títulos e pessoalmente é jogar, ter uma boa sequência, fazer gols e ajudar a equipe - disse Gegê.

Titular no começo da temporada passada, Gegê trabalha para surpreender Ricardo Gomes. O meia, inclusive, tem sido titular nos primeiros coletivos da equipe no CT China Park, em Domingos Martins.

- Eu não penso em mudança. O meu foco é trabalhar e fiz bastante isso ano passado também. São fatores que acontecem dentro de campo que nos ajudam a ter uma sequência e, felizmente, joguei três jogos seguidos no Brasileiro. Depois que o Ricardo Gomes chegou eu não joguei mais, nem por isso fiquei puto ou chateado com isso. Estou trabalhando com ele normalmente e quem sabe eu não possa começar o Carioca como titular - falou o meia.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Gegê:

GOLS DE FALTA

- Nesse ano vou treinar bastante para fazer gols de falta. Acho importante e bati na trave contra o Flamengo no ano passado. Quem sabe esse ano eu possa fazer uns golzinhos de falta esse ano?

CONCORRÊNCIA NO MEIO-CAMPO

- É uma concorrência muito boa e só quem tem a ganhar com isso é o Botafogo. Fico feliz por fazer parte com eles aqui e os deixo bem à vontade para desempenhar o futebol deles.

BOTAFOGO EM 2016

- Acho que o Botafogo pode chegar longe. Claro que o trabalho está começando agora, estamos montando uma nova equipe, mas com trabalho a gente pode chegar na final do Carioca e almejar coisas maiores no Campeonato Brasileiro.

GAROTADA DA BASE

- Olho o nosso elenco e vejo muitos garotos. Fico muito feliz com isso. Nessa semana chegaram mais dois, eu já fui da base e procuro deixá-los bem à vontade para jogar. Nem todos os clubes apostam na base como o Botafogo faz hoje. Só quem tem a ganhar é o clube, quem faz dinheiro é a garotada.

RIBAMAR

- O garoto está abusado, né. Está certo, tem que trabalhar mesmo e fazer gols. Não vi se o Jefferson puxou a orelha dele. Se fez, foi no "sapato".

Veja a galeria de fotos do treino da manhã deste sábado nas imagens de Vítor Silva/Botafogo/SSPress!


Marcos Silva