notícia

Cabeça boa

Em sua primeira pré-temporada, Luis Henrique mantém foco e quer evoluir
Atualizado em 12-01-2016, 16:01

Um jovem de 17 anos com muitos sonhos pela frente. Entre os profissionais desde junho do ano passado, o atacante Luis Henrique chegou como um furacão de gols e visibilidade. Tranquilo e focado em seu trabalho, o Capixaba de Itarana volta ao seu Estado de origem para iniciar um novo momento no Botafogo. Tudo com muita humildade e responsabilidade para não queimar etapas dentro de campo.

- Fico feliz por voltar para a minha terra, é a segunda vez como profissional. Não tenho nem o que dizer dos torcedores daqui, uma recepção muito boa. Sou um adolescente normal de 17 anos que está vivendo um sonho e que ainda fica impressionado com toda essa muvuca de torcedor e imprensa. Pra mim é tudo muito novo e só tenho que agradecer por tudo que está acontecendo. Estou feliz - disse Luis Henrique.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Luis Henrique no China Park:

PRÉ-TEMPORADA NO ESPÍRITO SANTO

- Estar num lugar que te proporcione um bom campo, uma boa academia para treinar e o carinho do torcedor é muito positivo. O Botafogo só tem a ganhar com isso. Vejo isso de maneira positiva. Chegamos aqui para treinar, o Carioca já começa dia 30. Temos um amistoso contra a Desportiva no dia 23 e temos que aproveitar o máximo possível o tempo para trabalhar.

SEM MOLEZA COM RICARDO GOMES

- Os treinos do Ricardo são intensos e realmente para colocar o jogador na linha de preparo físico e técnico. Está sendo muito forte.

A PRIMEIRA VEZ DO GAROTO

- Ano passado eu subi para os profissionais em junho e não tive a oportunidade de fazer uma pré-temporada. Está sendo a minha primeira experiência.

PRONTO PARA AJUDAR

- Não tenha dúvida que espero um ano vitorioso. Estou trabalhando para isso, me cuidei nas férias e fiz de tudo para estar bem. Volto com a corda toda para iniciar o campeonato preparado. Não falo de escalação, isso quem decide é o Ricardo. Estou aqui para conquistar o meu espaço e outros jogadores também chegarão. O Botafogo só tem a ganhar com isso.

NEILTON

- O Neilton é um cara sensacional e é indiscutível o talento dele. Tenho essa afinidade com ele e a gente se entende bem.

TREINO DURO

- Faz parte, né... Mas não tem que ser assim não(risos). Às vezes perdendo um pouco do tempo de bola e acertamos o companheiro. Faz parte do treino.

ASSÉDIO DA TORCIDA

- Pra mim ainda é tudo muito novo. Esse assédio começou quando fiz a estreia no profissional, mas eu procuro lidar com calma diante de toda essa badalação. Ainda tenho muito caminho pela frente e tenho que continuar treinando para alcançar os meus objetivos lá na frente.

PARA EVOLUIR SEMPRE

- Até agora sim. A minha estreia também foi muito marcante, trabalhei muito para chegar e estrear daquela forma. Não trabalho para ser jogador de nível médio, mas sim de nível top mesmo. Pretendo continuar trabalhando para isso e tenho certeza que um dia eu vou chegar lá.

Confira a galeria de fotos do treino da manhã desta teça-feira nas imagende de Vítor Silva/BFR/SSPress!



Marcos Silva