notícia

Botafogo 0 x 2 Flamengo

Glorioso volta seu foco todo para a Libertadores e tem jogo quarta
Atualizado em 09-03-2014, 20h28

Foco total na Copa Bridgestone Libertadores. O Botafogo voltará suas atenções para a principal competição sul-americana, pela qual enfrentará o Independiente Del Valle, quarta-feira, no Equador. O time não tem mais chances de classificação no Campeonato Carioca Guaraviton, após derrota por 2 a 0 para o Flamengo, no Maracanã.

O JOGO


Com o time titular poupado para a Libertadores, a novidade do Botafogo foi a estreante de Pablo Zeballos. O atacante paraguaio mostrou boa técnica e movimentação, além de criar o primeiro lance de perigo, em bom passe de calcanhar para Henrique finalizar paraa fora.

Para o Flamengo, houve mais sorte. No primeiro ataque, após boa tabela, Gabriel invadiu a área e bateu por baixo de Helton Leite para abrir o placar, aos 10 minutos.

O primeiro tempo ficou muito truncado no meio-de-campo e sem grandes oportunidades de gol. O Botafogo pecava nos contra-ataques e no último passe, tendo dificuldade para penetrar na defesa rival.

O panorama mudou na etapa final. Se o Flamengo teve a primeira chance, em cabeçada de Wallace por cima, o Botafogo respondeu em chute de Zeballos para fora. Aos 8, Hernane entrou livre pela esquerda, tocou por cima de Helton Leite e André Bahia tirou. Aos 13, Zeballos cruzou e Henrique cabeceou com perigo.

A situação ficou mais difícil para o Botafogo porque Airton foi expulso em uma interpretação rigorosa da arbitragem, aos 22. Houve um choque entre o volante e Samir, em que mesmo a falta marcada foi discutível.

Apesar de ter um a menos, o Botafogo não desistiu e quase chegou ao empate. Aos 30, Henrique clareou a jogada na entrada da área e bateu para fora. Aos 35, Lucas recebeu sobra na área e errou o alvo. Contudo, no fim, o adversário chegou ao segundo gol, com Léo.

GALERIA DE FOTOS (Luciano Belford / SS Press / BFR)




BOTAFOGO: Helton Leite, Lucas, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Bolatti, Renato (Fabiano) e Daniel (Gegê); Zeballos  e Henrique (Yguinho). Técnico: Eduardo Hungaro.