notícia

Conquista importante

Após muito empenho, Botafogo consegue o certificado de clube formador de atletas
Atualizado em 19-11-2015, 19:30

A base do Botafogo acaba de conquistar mais uma grande vitória, só que dessa vez fora dos campos. Na tarde dessa quinta-feira (19/11), o Glorioso recebeu um ofício vindo da Confederação Brasileira de Futebol que o certifica como Clube Formador de Atletas.

Essa conquista é comemorada por todos como um grande na passo na reformulação feita no clube. Tal documento trará uma série de benefícios as categorias de base do Alvinegro, como por exemplo, na proteção de jovens atletas contra o interesse de outros clubes. Manoel Renha, diretor da base alvinegra e peça fundamental nessa conquista, deu detalhes sobre a importância do documento para o clube.

- É um reconhecimento do trabalho que fazemos na formação de jogadores. Existe uma série de exigências que devem ser cumpridas e o clube atendeu à todas. Isso dará uma proteção maior aos atletas e ao investimento que é feito na base, uma vez que, por contrato, só a partir dos 16 anos se consegue ter um contrato oficial com um atleta. Sem o certificado ficamos muito vulneráveis, com ele agora temos uma proteção maior a todo jogador que o Botafogo investiu. - explicou.

Para atender todas as exigências feitas pela CBF, que não foram poucas, o clube correu atrás de soluções para situações antes pouco observadas. Segundo Renha, a reforma em Caio Martins, a estrutura oferecida pelo CEFAT e a volta do gramado de General Severiano, foram pontos essenciais para a certificação do Glorioso.

- Eram diversas exigências que deviam ser cumpridas. A adaptação maior foi lá no Caio Martins, nós utilizamos tanto o Caio Martins quanto o CEFAT para dar sustentação a todo esse processo que temos na formação dos atletas. Hoje podemos dizer, com orgulho, que a base do Botafogo tem uma estrutura, se não ainda ideal, bem desenvolvida e em condições para nossos profissionais e atletas poderem evoluir no dia-a-dia de trabalho. Acho que hoje, o atleta da base do Botafogo quando chega para treinar, seja em Caio Martins, General Severiano ou no CEFAT, vê que está em um clube grande e que as coisas melhoraram significativamente nesse ano de 2015. - disse Renha.

Além das melhorias estruturais, Manoel Renha aponta a dedicação e o comprometimento dos profissionais que estavam à frente do processo, também como um pilar da conquista alvinegra. Orgulhoso, o diretor agradeceu à todos da base pelo brilhante trabalho realizado.

- Acho que devemos fazer o reconhecimento à todos que trabalham na base do Botafogo, mas em especial a três pessoas que foram fundamentais e que lideraram esse processo, Marco Antônio Tristão (Assessor da direção da base), Eduardo Freeland (Gerente Geral da Base) e o Alvaro Antunes, coube a esses três interagir com a federação. Eles viram toda a necessidade e a demanda que era necessária, o que tínhamos que fazer a nível de correção nas nossa instalações e nos nossos procedimentos para nos enquadrarmos nas exigências, que não eram poucas em relação ao que a gente encontrou na base no inicio do ano. Queria externar o meu agradecimento pessoal a esses três e também ao nosso vice-presidente geral Nelson Mufarrej, que foi importante no relacionamento com a federação interfaceando o contato com as pessoas, o que fez com que ganhássemos tempo e velocidade no processo. - pontuou.

Confira a foto do ofício da CBF de certificação recebido pelo Botafogo:

Sem título

Fabio de Paula