notícia

Agora é o título

Carleto comemora o acesso e afirma compromisso do grupo pelo título da Série B
Atualizado em 12-11-2015, 13:35

A missão foi cumprida, mas a guerra ainda não acabou para o Botafogo. O Glorioso conquistou o acesso para a primeira divisão, principal objetivo do ano, mas o título é uma possibilidade real e está cada vez mais próximo de General Severiano. Na próxima rodada o time de Ricardo Gomes enfrentará o Santa Cruz, sábado, às 17h30, no Estádio Nilton Santos e pode ser campeão antecipadamente em caso de vitória e empate do América-MG contra o Paraná.

Em entrevista coletiva, o lateral-esquerdo Thiago Carleto ressaltou o comprometimento do grupo, um dos fatores que levaram o Glorioso novamente à elite. O camisa 6 comemorou o acesso, mas deixou claro que o foco agora está no título.

- Se você pegar uma entrevista minha do começo do ano vai ver que eu disse que o Botafogo tem que entrar para brigar pelo título sempre. O ano foi para colocar o clube novamente na Série A, mas vamos buscar o título para coroar esse grupo de trabalho. Poderia ser com mais rodadas de antecedência, mas ainda dependemos apenas de nós para sermos campões. O Botafogo é grande tem que entrar sempre para ser campeão - disse Carleto.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Carleto no Estádio Nilton Santos:

O CONVÍVIO COM A DOR

- Está sendo bem difícil pra mim, inclusive fiquei de fora de alguns jogos. O Botafogo conta com uma excelente fisioterapia e eu consegui voltar para poder atuar. Essa dor está me incomodado e eu não gosto de estar de fora. Com certeza estarei à disposição no sábado. Já conversei com o médico e trabalharei para estar em campo.

SECADOR LIGADO PELO TÍTULO?

- Nunca passei por isso e não posso dizer como é. Imagino que seja uma coisa bem ruim, mas o mais importante é fazer o nosso papel. Certamente o torcedor vai comparecer e vai lotar o nosso estádio. Eles nunca deixaram de nos apoiar e tenho certeza que será uma festa linda. Vamos fazer de tudo para ganhar para, quem sabe, sermos campeões.

SEM FESTA ANTECIPADA


- Essa viagem foi tão desgastante que não deu tempo nem de dar um "oi" em casa. O que posso dizer para vocês é que o grupo já esqueceu o jogo do acesso. Claro que vai ficar marcado, mas será melhor ainda se formos campeões. A euforia já passou e o nosso foco agora está no Santa Cruz, que ainda briga pelo acesso. Estamos focados e queremos muito vencer.

GRUPO FECHADO

- O que sai na imprensa pouco afeta o grupo tanto positivamente quanto negativamente. Nessa reta final a individualidade de muitos cresceu e quem sabe venha um contrato melhor no próximo ano. Sei que estamos concentrados para o jogo de sábado e queremos trazer esse título para a nossa casa, independentemente de ser o título de Série A ou B. Claro que no fim do ano muitos saem ou ficam no clube e o mais importante nessa temporada foi a valorização de muitos no cenário nacional.

GOL DE FALTA PARA SELAR O TÍTULO?


- O Neilton me deu uma dura porque me deu uma bola no jogo e eu perdi de cara com o goleiro. Depois o cobrei pelo pênalti perdido também (risos). O Ronaldo ficou com o mérito do gol do acesso e foi merecido. No dia do aniversário do Nilton Santos eu fiz um gol de falta... Quem sabe não possa repetir e dar essa alegria para essa torcida que está feliz pelo acesso?

GALERA CONVOCADA

- A gente convoca a torcida para esse jogo. O Estádio teve a capacidade ampliada e pode ser uma boa oportunidade para uma linda festa. Que venham e lotem o Nilton Santos.

RECEPÇÃO CALOROSA


- Quando chegamos no aeroporto tinha uma festa e quase não conseguimos passar. Isso nos motiva a buscar o título. A torcida sabe o esforço que fizemos durante esse ano.

COMPROMISSO DA DIRETORIA

- Quero agradecer a diretoria pelo empenho e trabalho. Se tivemos algum atraso salarial foi por dias, mesmo com tantos bloqueios do clube. A diretoria estabeleceu um teto salarial e pôde cumprir com a palavra. Isso ajudou bastante porque nós temos família e compromissos. Temos que parabenizá-los pelo esforço para garantir o Botafogo na Série A.

QUERENDO AJUDAR

- Não jogarei no sacrifício. Se eu não puder jogar temos outros atletas capazes na função. Não estou aqui para ser heroi e sim para ajudar o Botafogo. Sinto dor, mas tenho me cuidado para jogar sempre. Será um esforço grande no sábado e quero muito ganhar. Vamos buscar esse título e espero que venha logo.

TREINADORES DA TEMPORADA SÃO EXALTADOS

- Chegar no clube e ver o que o Ricardo passou para estar aqui... Essa força de vontade dele, que lutou pela vida e conseguiu vencer, com certeza nos motivou bastante. O René também teve seus méritos e sabemos que no futebol às vezes quando as coisas não dão certo é melhor tirar um do que trinta. Ele não trabalhava só em campo tem sim sua parcela de contribuição para o acesso. Se estivesse aqui ele falaria que ainda não acabou. O Ricardo chegou e passou sua experiência para nós e cada um tem sua parcela. No fim quem saiu ganhando foi o Botafogo, que contou com dois grandes treinadores e com um grupo qualificado.

STAFF RECONHECIDO

- O que fizeram com o Botafogo eu não vou falar porque hoje vejo um lado honesto da diretoria. Esses caras que trabalham aqui no clube também são maravilhosos e não tenho palavras para agradecê-los. A logística para esse nossa viagem feita pelo Adriano foi um sucesso. Só tenho boas referências do Botafogo e com certeza eu indico o clube para qualquer jogador. Se eu continuar vou ficar muito feliz, mas caso isso não aconteça vou deixar esse clube sempre no meu coração.

Marcos Silva