notícia

Grato e empenhado

Feliz no Fogão, Daniel Carvalho vê objetivo próximo e reforça desejo de seguir no clube
Atualizado em 28-09-2015, 17:44

O Botafogo voltou ao trabalho após dois dias de merecida folga. Líder da Série B, o Glorioso terá pela frente o Sampaio Corrêa, sexta-feira, no Maranhão, e começou a semana com muito trabalho. Um dos exemplos da equipe é o experiente meia Daniel Carvalho, que voltou a jogar futebol no Alvinegro, está feliz e pretende seguir no clube por mais tempo.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Daniel Carvalho:


FUTURO NO FOGÃO

- Em termos de contrato eu tenho ainda mais dois anos com o Botafogo. No fim do ano o clube que vai decidir e se tiver que ficar continuo com prazer. Não estou pensando em parar e quero jogar mais um pouco. Quero fazer o meu melhor e permanecer aqui. Caso isso não aconteça, vou sempre torcer pelo Botafogo por ter me aberto as portas e dado a oportunidade de jogar de novo.

FILHO FELIZ

- Ele está feliz. Ainda hoje estava com ele e quando voltei ao Rio estava indo para a escolinha treinar. A cada dia que passa ele está mais apaixonado pelo futebol. Espero encerrar o ano com o objetivo alcançado, que é voltar para a Série A e, quem sabe, com o título.

DESCANSO MERECIDO


- É importante pela folga. Foram oito jogos em 28 dias. Muito desgastante e ninguém mais aguentava fisicamente e mentalmente. Ninguém entende esse calendário, mas o descanso veio no momento certo. Estive em Porto Alegre e vi o meu filho e com certeza voltamos com as baterias recarregadas. Tirando o Luis Ricardo e o Carleto, que está suspenso, todos estão à disposição.

SOB CONTROLE


- A gente sabe que a nossa queda de rendimento no primeiro turno foi após a folga de dois dias que tivemos. Naquele tempo passávamos por uma mudança grande no elenco e agora não mudou praticamente nada. Essa parada foi importante para nós, eram muitas concentrações e jogos. Não terá ansiedade porque aqui a pressão é sempre muito grande. Podemos subir e conquistar o título que ainda assim o torcedor pode nos cobrar.

ADVERSÁRIO COMPLICADO


- Sempre teremos dificuldades contra cada equipe que enfrentarmos. Sabemos que será um jogo difícil e mesmo quando goleamos eles aqui foi um resultado mentiroso, o Sampaio teve várias oportunidades. Na Série B é muito igualado e se joga mais na raça do que na qualidade.

GOLEADA CONTRA O SAMPAIO CORRÊA NO PRIMEIRO TURNO

- Conversamos assim que acabou que foi um jogo complicado. Somos realistas e sabemos que conseguimos um resultado meio mentiroso. Quem viu aquele jogo sabe que foi um jogo muito difícil.

RESPONSABILIDADE ASSUMIDA

- O time viveu altos e baixos e desde a chegada do Ricardo tenho jogado com frequência. A cobrança sobre mim existe e é normal porque sabem que tenho qualidade. Fico feliz com isso e agora é tentar focar para dar o nosso melhor e alcançar o objetivo, que é voltar para a Série A. Vamos ver se continuo ano que vem ou se me aposento de novo (risos).

PANEJAMENTO 2016

- Isso fica entre eles (diretoria) e não reflete muito para os jogadores. Cada um cuida dos seus interesses e a maioria dos atletas tem contrato até o fim do ano. Cada um busca seu espaço para ficar ano que vem. Eu tenho mais dois anos de contrato com o Botafogo e estou tranquilo. Tento matar um leão a cada dia para aproveitar as oportunidades. Fico feliz por ser um dos jogadores que mais atuaram pelo Botafogo mesmo com 32 anos.

Marcos Silva