notícia

Convocado

Fisioterapeuta Guilherme Bianchi irá com a seleção brasileira Sub-17 para a Coreia do Sul
Atualizado em 22-08-2015, 10:59

A relação entre Botafogo e seleção brasileira não fica restrita apenas ao maior números de jogadores convocados. Capacitados e reconhecidos no mercado, os profissionais alvinegros também representam o Brasil, fruto de um bom trabalho realizado no Glorioso. O representante da vez é o fisioterapeuta Guilherme Bianchi, que integrará a comissão técnica na disputa da Suwon Continental Cup, competição Sub-17 na Coreia do Sul.

A Suwon Continental Cup é uma competição preparatória para o Mundial do Chile, que será disputado entre outubro e novembro. A seleção brasileira se apresentará na Granja Comary no dia 24 de agosto e seguirá no dia 29 para Suwon, na Coreia do Sul. Além do Brasil, participarão as seleções da Croácia, Nigéria e Coreia do Sul. A competição será um quadrangular, com todas as equipes jogando entre si.

Convocado para a seleção brasileira pela primeira vez, o fisioterapeuta Guilherme Bianchi, que já trabalhou no Glorioso em 2010, falou do orgulho em defender o Brasil na Seleção Sub-17.

- Desde quando pensei em trabalhar com a fisioterapia, o meu foco sempre foi a fisioterapia esportiva e o sonho de qualquer um que gosta desse trabalho é chegar até a seleção brasileira. Fora o fato de trabalhar com o que a gente gosta e no lugar que a gente gosta. Tem um sentimento patriota nisso também, vestir a camisa do país - disse Guilherme Bianchi, feliz por representar o Brasil na seleção brasileira Sub-17.

O fisioterapeuta alvinegro fez questão de agradecer aos seus companheiros de trabalho no Botafogo. Para ele, o convívio com profissionais competentes e mais experientes é parte importante para o seu crescimento no clube.

- Desde quando cheguei aqui no começo do ano eu aprendi muito com o Flavio Meirelles e com o Fabio Azevedo, que são os outro dois fisioterapeutas e estão no clube a mais tempo que eu. Observo muito o trabalho deles e peço conselhos. Me ajudam muito e temos uma equipe muito boa tanto tecnicamente quanto no relacionamento pessoal. Agradeço muito por essa ajuda de quem já estava no clube - agradeceu o jovem fisioterapeuta alvinegro.

O Brasil do treinador Carlos Amadeu fica na Coreia do Sul até o dia 8 de setembro. No total, a concentração terá 16 dias, entre preparação e disputa da competição.

Marcos Silva