notícia

Arrumando a casa

Em dia de treinos específicos, Giaretta fala em corrigir erros para embalar no returno
Atualizado em 19-08-2015, 12:57

O Botafogo treinou forte na manhã desta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos. Sob forte calor, o dia foi de treinos específicos, principalmente para os zagueiros, que trabalharam ao lado do auxiliar Luiz Otávio. Dono da defesa menos vazada da Série B, com apenas 12 gols sofridos, o Alvinegro segue trabalhando para evoluir e o zagueiro Diego Giaretta vê o momento como bom para acertar os erros e embalar na parte final da competição.

- Agora os atletas já estão cientes da ideia do treinador e da forma que ele trabalha. Estamos mais entrosados. Hoje fizemos um trabalho mais específico na defesa, para estarmos mais próximos em campo. Tomamos alguns gols de cabeça, o que não vinha acontecendo durante o ano. Temos procurado corrigir os erros para engatar uma boa sequência no segundo turno - disse Giaretta.

Para enfrentar o Paysandu, domingo, às 11h, o Botafogo vem trabalhando com seus atletas de uma forma especial. Com todos os treinos da semana na parte da manhã, a comissão técnica busca uma adaptação melhor para o horário do jogo. Diego Giaretta vê a semana livre de jogos e os cuidados especiais como pontos mais que positivos para um bom desempenho em campo. O zagueiro aproveitou e convocou a torcida alvinegra para lotar o Estádio Nilton Santos.

- Tivemos essa semana de adaptação com todos os treinamentos na parte da manhã. Além disso, somos acompanhados de perto pela fisiologia e nutrição para nos orientar sob os cuidados no clube e em casa. O jogo será na nossa casa e precisamos da vitória de qualquer forma. Esperamos que o torcedor possa nos prestigiar. Tivemos o apoio deles em Minas e foi muito importante. Queremos dar a eles a felicidade da vitória, a confiança está de volta. Estamos num bom momento e será muito bom sair com o resultado positivo - falou.

Com os adversários cientes da forma de jogo do Botafogo, Giaretta acredita que o segundo turno será mais difícil para o Alvinegro, com os adversários jogando cada vez mais fechados. O zagueiro acredita que é a hora do time se fechar ainda mais pelo objetivo final do acesso à primeira divisão.

- A questão tática já é conhecida de todas as equipes e as características de cada jogador também. Trabalhamos a parte tática para encontrar uma forma de furar o bloqueio adversário, mas o talento de cada um também pode ajudar. Não temos ninguém no Departamento Médico e isso será bom para nós no segundo turno - encerrou.

Marcos Silva