notícia

Estão focados

Auxiliar permanente, Jair Ventura assume o comando contra o Náutico com otimismo
Atualizado em 17-07-2015, 16:35

O Botafogo entra em campo diante do Náutico, sábado, às 16h30, no Estádio Nilton Santos, com uma novidade no banco de reservas. Com a saída de René Simões, o auxiliar permanente Jair Ventura, no clube desde 2008, comandará a equipe interinamente até a chegada do novo treinador.

Em entrevista coletiva, Jair Ventura demonstrou tranquilidade com o desafio, que não é novidade para o profissional do Botafogo (comandou a equipe interinamente em 2010). Jair vê a equipe motivada e ciente da responsabilidade em manter o Botafogo na primeira colocação do Campeonato Brasileiro. O Náutico, também com 24 pontos, é adversário direto do Glorioso. Confira os principais trechos:

TREINO FECHADO

- Quero pedir desculpas por ter fechado o treino, mas é assim mesmo. Enfrentamos algumas equipes que tiveram a saída do treinador e foi muito difícil para nós. A surpresa agora vai ficar para o lado de lá e infelizmente eu não posso passar o time para vocês ainda. Preservamos alguns atletas do treinamento para preservá-los, mas a expectativa é ir com força máxima para esse desafio.

COMANDO DA EQUIPE

- Será um grande desafio e encaro da melhor maneira possível. Sou funcionário do clube e espero ajudar a equipe e os meus companheiros de clube. Quero deixar claro que eu sou auxiliar técnico da equipe permanente do Botafogo. O Náutico tem o mesmo número de pontos que nós e é uma equipe muito competitiva. Será um jogo muito difícil.

FILHO DO FURACÃO DE 70


- Encaro com muita naturalidade. O meu pai é um ídolo e me ensinou a ser homem. Sempre me ajudou em tudo e eu só tenho que agradecer a Deus por tudo. Tenho um ídolo e um pai maravilhoso.

BOTAFOGO CONTRA O NÁUTICO

- Espero um grupo focado. Sabemos da nossa responsabilidade e o que é representar uma equipe do tamanho do Botafogo. Eles sabem que a responsabilidade é nossa e vamos dar o máximo para continuar trilhando o nosso objetivo maior, que é levar o Botafogo para a Série A.

A TORCIDA É FUNDAMENTAL

- Sou prata da casa e conquistei títulos aqui. Quem é botafoguense conhece o meu trabalho no clube. Estou tranquilo e sei que a torcida vai nos apoiar. Aproveito a oportunidade para convocar os botafoguenses para mais uma bonita festa no Estádio Nilton Santos. Tenho certeza que eles vão nos ajudar.

SEM NERVOSISMO

- Não dá tempo para ficar nervoso. Tive dois dias de trabalho e hoje tenho que definir o time. Eu nasci no futebol, fui jogador até os 26 anos e parei de jogar para estudar. Estou acostumado com a pressão.

Marcos Silva