notícia

Botafogo 0 x 1 Figueirense

Fogão está fora da Copa do Brasil e foca totalmente na Série B
Atualizado em 14-07-2015, 22h54

O Botafogo está fora da Copa do Brasil. Com um gol nos minutos finais, o time foi derrotado por 1 a 0 pelo Figueirense, nesta terça-feira, no Estádio Nilton Santos, e não conseguiu a classificação para as oitavas de final. Agora, o foco é totalmente na Série B do Campeonato Brasileiro.

No sábado, o Botafogo enfrenta o Náutico, às 16h30, no Estádio Nilton Santos.

O JOGO

A vantagem de poder empatar em até um gol para se classificar foi desconsiderada pelo Botafogo no primeiro tempo. Com mudanças (Jean, Elvis e Octávio), o time se impôs, jogou bem e poderia ter aberto o placar, mas parou em boas defesas do goleiro Alex Muralha.

Verdade que a primeira chance foi do Figueirense, em cabeçada perigosa de Marcão por cima. Porém, o Botafogo cresceu, passou a rondar a área e envolver o adversário. Aos 8, após escanteio da esquerda, Diego Giaretta cabeceou e Alex pegou. No minuto seguinte, boa jogada de Luis Ricardo e cruzamento para Elvis bater, a bola desviar e passar perto.

Nas melhores oportunidades, faltou pouco para sair o gol. Aos 17, Luis Ricardo tocou para o meio, Luis Henrique fez o corta-luz e Rodrigo Pimpão finalizou rasteiro no canto para grande defesa de Alex Muralha. O goleiro apareceu bem outra vez aos 24, ao espalmar chute forte de Elvis, após ótimo lance individual. Luis Henrique (de cabeça) e Pimpão (por cobertura) também tentaram, mas sem sucesso.

René Simões foi forçado a fazer uma alteração ainda na etapa inicial porque Elvis se machucou. Tomas foi o substituto. No Figueirense, entrou Dudu, que em seu primeiro lance invadiu a área pela direita e bateu forte por cima.

No segundo tempo, o Figueirense teve que sair mais, entretanto só chegava em cruzamentos na área. O Botafogo teve chance clara aos 9, quando Tomas dominou dentro da área, ajeitou e acertou o travessão. Já com Daniel Carvalho no lugar de Octávio, outra chance veio quando Luis Henrique driblou pela esquerda e cruzou rasteiro, Pimpão entrou para fazer o gol, mas a zaga travou.

Um susto veio aos 24, quando o adversário recuperou uma bola na intermediária, Yago foi ao fundo e cruzou, Roger Carvalho cabeceou para trás e mandou na trave. A esta altura, o Botafogo tinha como arma os contra-ataques, puxados por Daniel Carvalho. Em um deles, Tomas chutou e parou na zaga. Em outro, o meia tinha opções de Luis Henrique e Pimpão, mas bateu e novamente acertou um defensor.

Reta final de jogo, hora de tudo ou nada para o Figueirense, que se lançou ao ataque e acelerou a partida. Marcão cabeceou uma rente à trave e Dudu finalizou de dentro da área para espetacular defesa de Jefferson, aos 38. O Botafogo teve a chance para matar: Rodrigo Pimpão entrou na área, driblou o zagueiro e bateu para defesa de Alex. No contra-ataque, já aos 47, o Figueirense achou a bola do jogo e garantiu a classificação: cruzamento da direita e gol de letra de Marcão.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / BFR)



BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Jean; Diego Giaretta, Willian Arão, Elvis (Tomas Bastos) e Octávio (Daniel Carvalho); Rodrigo Pimpão e Luis Henrique (Sassá). Técnico: René Simões.

Danilo Santos