notícia

Botafogo 1 x 1 Boa Esporte

Fogão empata no Estádio Nilton Santos, vai a 20 pontos e segue líder
Atualizado em 19-06-2015, 23h46

 

 

 

 

O Botafogo lutou e mostrou vontade, mas desta vez a vitória não veio. O time empatou em 1 a 1 com o Boa Esporte, nesta sexta-feira, no Estádio Nilton Santos, chegou a 20 pontos no Campeonato Brasileiro da Série B e manteve a liderança. Rodrigo Pimpão fez o gol alvinegro.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Macaé, no Moacyrzão, no dia 27.

Botafogo x Boa Esporte
Antes do jogo, Nilson Dias, um dos maiores artilheiros da história do Botafogo, entrou em campo e foi reverenciado pelo clube e pela torcida


O JOGO

A distância de 14 pontos na tabela não significava um jogo fácil. Apesar de jogar em casa, o Botafogo foi surpreendido com um gol sofrido logo aos 3 minutos. Em rápida jogada, Bruno Felipe infiltrou na área frente a frente com Renan e marcou.

Líder do Campeonato Brasileiro da Série B não à toa, o Botafogo despertou e foi para cima. Aos 5, em jogada de Gilberto, Willian Arão clareou na entrada da área e bateu, para defesa segura do goleiro. Aos 6, Diego Jardel deu bom passe, Rodrigo Pimpão invaiuem velocidade e finalizou para fora.

Apesar do susto por o Boa Esporte mandar outra bola para a rede aos 8, em lance que já estava parado, o Botafogo havia equilibrado o jogo. Faltava vencer a forte barreira de marcação do adversário. De longe, Elvis mandou por cima. Pelo alto, Renan Fonseca errou o alvo.

Veio, então, uma jogada bem trabalhada para determinar o empate. Gilberto fez belo lance pela direita e cruzou para Rodrigo Pimpão subir bonito e fazer seu quinto gol na Série B, aos 21. Botafogo 1 x 1 Boa Esporte!

Embalado pelo gol, o Botafogo teve oportunidade para virar em cobrança de falta próxima à area, mas Diego Jardel ficou na barreira. Por outro lado, o Boa era perigoso nos contra-ataques. Aos 33, Moacir entrou livre, driblou Luis Ricardo e finalizou para defesa salvadora de Renan.

Refeito do susto, o Botafogo pediu pênalti aos 42, quando Elvis cruzou e Pirão, com os braços bem abertos, cortou. O juiz não marcou. No escanteio, Roger Carvalho subiu muito, mas cabeceou por cima.

Na etapa final, René Simões voltou com Sassá no lugar de Elvis. Com força e velocidade, o atacante protagonizou os primeiros lances de perigo, como uma arrancada aos 12, em que ajeitou para a direita e finalizou para fora.

O gol esteve perto de sair por duas vezes. Aos 18, Diego Jardel tabelou com Pimpão e enfiou para Bill bater na saída do goleiro, para fora. Ao 20, Rodrigo Pimpão cruzou da esquerda, Jardel ajeitou de cabeça e Bill, de virada, finalizou rente à trave.

Já com Daniel Carvalho e Henrique, o Botafogo insistia, mas parava na forte marcação e na cera do Boa Esporte, que gastou parte considerável de tempo. Assim, não conseguiu a vitória, mas se manteve na liderança.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / BFR)



BOTAFOGO: Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Luis Ricardo; Diego Giaretta, Willian Arão, Diego Jardel (Daniel Carvalho) e Elvis (Sassá); Rodrigo Pimpão e Bill (Henrique). Técnico: René Simões.

Danilo Santos