notícia

Disputa pela ponta

Em duelo de líderes, Sub-20 empata com Fla e segue em 1º nos crítérios de desempate
Atualizado em 27-05-2015, 21:25

Ficou tudo igual no duelo que poderia decidir quem assumiria a liderança isolada da Taça Rio Sub-20. Na tarde desta quarta-feira, o Botafogo empatou em 1 a 1 com o Flamengo, dentro da casa do rival, na Gávea. o gol alvinegro foi marcado pelo atacante Pachu. Com o resultado, ambas as equipes ficaram com 17 pontos, juntamente com o Vasco que também alcançou o mesmo número. Por ter um saldo de gols melhor que os adversários, o Glorioso segue liderando a competição.

Em partida válida pela oitava rodada do campeonato, a equipe alvinegra terá pela frente um novo clássico diante do Fluminense, no próximo sábado, às 15h, CEFAT, em Várzea das Moças. Vale lembrar, que na outra quarta(03/06), a equipe estreia no Campeonato Brasileiro da categoria, contra o Palmeiras, no Estádio Nilton Santos.

O JOGO

Em uma tarde pra lá de bonita na cidade maravilhosa, nada melhor que um clássico entre Botafogo e Flamengo para dar um tempero especial ao dia. Melhor ainda, quando esse clássico possui contornos de decisão e vale liderança de campeonato.

Se reencontrando após a final da Taça Guanabara, as equipes tinham o mesmo objetivo, sair de campo com a vitória, três pontos na conta e a primeira colocação isolada. A bola rolou e logo de início, o time da casa mostrou suas armas e abriu o placar em chute de longe indefensável. Flamengo 0 x 1 Botafogo.

Mesmo sofrendo o gol cedo, a equipe alvinegra não sentiu o golpe e jogou de igual para igual durante toda a primeira etapa. O confronto era de muito equilíbrio e com boas chegadas, porém as chances claras de gol não apareciam. Somente, aos 35, o Alvinegro chegou de forma efetiva. Leandro, dentro da área, finalizou e a zaga fez o corte, no rebote, a bola ficou com Yuri que soltou o pé. A bola passou pelo goleiro e eia entrando, mas o defensor rubro-negro salvou em cima da linha.

No fim da primeira etapa, Pachu por pouco não aproveitou um cruzamento de Yuri pela esquerda para empatar. No vestiário durante o intervalo, o treinador Mauricio Ferreira conversou com seus comandados e pediu mais atitude dentro de campo.

A equipe voltou para o jogo mais ligada e com um espírito forte. Aos 11, Leandro fez boa jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro com perigo, mas a bola percorreu toda a área e ninguém apareceu para completar. Porém, aos 17, Leandro repetiu o feito, e em nova jogada pela esquerda, o meia driblou o marcador e cruzou para Pachu, bem posicionado, empurrar para gol e empatar o confronto. 1 a 1. Tudo igual no placar.

Com o gol, o Glorioso cresceu na partida. Aos 21, após bola levantada na área, Pachu acertou a trave rubro-negra em um bonito chute. O Flamengo respondeu, aos 28, com um chute que passou perto do gol de Saulo.

Melhor ofensivamente, o Botafogo teve uma nova oportunidade aos 31. Lucas Campos deu um drible da vaca pela direita em velocidade, avançou e encontrou Leandro, que com o biquinho da chuteira deu um passe para Marcelinho chegar batendo, porém o meia meio desequilibrado chutou a esquerda do gol.

No fim, mais uma chance para cada lado. Marcelinho acertou a rede pelo lado de fora e o chute do jogador rubro-negro no ângulo parou em uma brilhante defesa do arqueiro alvinegro Saulo. Porém, nada se alterou.

Ponto final. O Glorioso fez mais uma exibição consistente fora de casa, criou boas chances, foi melhor parte do tempo, mas o equilibrio comum entre as equipes acabou por refletir no resultado. Sem problemas. Novas batalhas virão, a liderança é alvinegra!

Botafogo: Saulo; Diego, Rabello, Baiano(Jhonata) e Yuri; Arruda, Mauro, Leandro(Dierson) e Lima(Marcelinho); Lucas Campos e Pachu. Técnico: Mauricio Ferreira

Fabio de Paula