notícia

Copa do Brasil Sub-17

Botafogo perde nos pênaltis e termina na segunda colocação
Atualizado em 19-05-2015, 18h50

Essa garotada merecia, mas não foi desta vez. Valeu ao Sub-17 pela campanha, a Luis Henrique pela artilharia, a Felipe Conceição o técnico, à torcida por comparecer em grande número ao Estádio Nilton Santos em uma terça-feira à tarde. O Botafogo perdeu por 3 a 1 para o Vitória no tempo normal e por 4 a 3 na disputa por pênaltis e foi vice-campeão da Copa do Brasil Sub-17.

O trabalho continua, para no futuro esses garotos darem alegrias no profissional do Botafogo.


Torcida compareceu em grande número ao Estádio Nilton Santos e apoiou o time


O JOGO

Com a vantagem alvinegra de 3 a 1, a final começou a mil por hora. O Vitória teve uma chance, com Yan, que encobriu Diego e mandou por cima. O Botafogo teve duas. Após boa troca de passes, Mateus Jorge finalizou de esquerda com perigo, para fora. Pelo outro lado, Wenderson tocou na saída do goleiro e a bola saiu rente à trave. Tudo com isso com menos de 2 minutos.

Aos 8, grande oportunidade para o Vitória, em saída errada da zaga alvinegra. Porém, Diego defendeu o chute de Eron e Lucas Cesar salvou o rebote de Yan em cima da linha.

Passado o início acelerado de jogo, o Botafogo colocou a bola no chão e começou a controlar as ações. Por duas vezes, chances claras pararam na zaga rival, com Luis Henrique e Wenderson, travados na conclusão. Aos 17, tocou de cabeça no canto após escanteio, mas o zagueiro cortou, já com o goleiro Jhon vencido.

Quando parecia que a partida estava controlada pelo Fogão, que quase marcou em cobrança de falta de Fernando, o Vitória achou seu gol. Em boa jogada pela esquerda, Padilha cruzou na medida para Eron cabecear no contrapé de Diego e abrir o placar, aos 39.

O placar de 1 a 0 para o Vitória ainda dava o título para o Botafogo, porém o adversário conseguiu chegar à igualdade. Logo aos 2 minutos, Yan aproveitou saída errada, entrou livre na cara de Diego e tocou no canto para marcar.

Vez de o Botafogo voltar ao jogo e de seu principal jogador na competição aparecer. Aos 7, Luis Henrique driblou dois pela esquerda, cruzou para trás, mas Jhon tirou. Aos 8, veio o gol! Ezequiel, que entrou bem, driblou seu marcador e rolou para Luis Henrique finalizar de forma precisa e recolocar o Fogão em vantagem! Estava 2 a 1 para o Vitória no jogo, mas 4 a 3 para o Botafogo na final.


Artilheiro, Luis Henrique marcou mais um gol no Estádio Nilton Santos


Novamente em vantagem, o time alvinegro teve chances para matar o jogo, mas não aproveitou. Luis Henrique e Rickson pararam no goleiro Jhon em finalizações de fora da área, Rickson em outro lance mandou por cima. O Vitória teve uma oportunidade clara, em que Yan driblou Diego, porém bateu na rede pelo lado de fora. Quando parecia não ter mais forças, o visitante lançou uma bola longa, Eron invadiu a área e foi derrubado. Pênalti convertido pelo próprio atacante, aos 42.

A decisão foi para os pênaltis. Gabriel perdeu para o Vitória, mas Rickson e Zyan desperdiçaram para o Botafogo. Final: 4 a 3 para o time baiano. Infelizmente, o título não veio.

GALERIA DE FOTOS (Satiro Sodré e Vitor Silva / SS Press / BFR)



BOTAFOGO: Diego, Lucas Cesar, Luca e Zyan; Fernando (Ezequiel), Matheus Fernandes, Rickson, Matheus Jorge (Ion) e Jordan; Wenderson (Gabriel) e Luis Henrique. Técnico: Felipe Conceição.

Botafogo de Futebol e Regatas