notícia

Largou na Frente

Fora de casa, Sub-17 vence Vitória por 3 a 1 e assegura boa vantagem na final da Copa BR
Atualizado em 12-05-2015, 21:59

O Sub-17 do Botafogo deu um passo importantíssimo rumo ao título da Copa do Brasil. Jogando fora de casa e com um a menos durante toda a metade final do segundo tempo, o Glorioso superou com muita bravura a boa equipe do Vitória-BA por 3 a 1, na noite desta quinta-feira. Luís Henrique, Wenderson e Gabriel marcaram para os gols alvinegros.

CONFIRA OS GOLS DA PARTIDA:

 

 

Com o brilhante resultado conquistado, o Alvinegro conseguiu uma bela vantagem e pode até perder por 1 a 0 na decisiva partida de volta, que acontece na próxima terça-feira, às 16h30, no Estádio Nilton Santos. Vale lembrar que o horário do confronto foi estabelecido pela CBF.

Após marcar novamente, Luís Henrique chegou ao seu 13º gol na competição e lidera a artilharia de forma isolada. Além disso, o atacante já deixou seu nome registrado na história do torneio como o maior artilheiro de todas a edições.

O JOGO


Frente a frente, na primeira partida da decisão da Copa do Brasil Sub-17. duas equipes com marcas opostas. O Vitória como o melhor mandante, já que não havia perdido dentro de seus domínios até então no campeonato. Do outro lado, um visitante indigesto. A equipe do Botafogo, que havia vencido todos os duelos jogando fora de casa até essa final. Quem levaria a melhor?

Jogando em casa, o time baiano não quis dar moleza e logo de cara, no primeiro minuto, levou perigo ao gol alvinegro, após um chute de longe que balançou a rede pelo lado de fora. Sem querer ficar para trás, o Glorioso teve sua primeira chance aos 9 com o zagueiro Luca, que após escanteio, dominou, girou e mandou a esquerda do arqueiro.

O vitória buscava jogadas rápidas com Yan e Farinha, juntos a dupla rubro-negra dava trabalho para a defesa do Glorioso. Porém, o Glorioso tem um arma que nenhuma outra equipe tem, o artilheiro da competição. Luis Henrique, aos 15, mostrou o porque carrega números impressionantes na temporada. O camisa 9 recebeu fora da área, limpou três marcadores e bateu com muita frieza na saída do goleiro para inaugurar o marcador. 1 a 0, Fogao!

A alegria alvinegra não durou muito, pois aos 21, o árbitro assinalou pênalti controverso para o time da casa. Yan cobrou e não desperdiçou, deixando tudo igual. Mesmo com o gol sofrido, a equipe de Felipe Conceição, que por suspensão deu lugar ao preparador Fabrício Vasconcellos hoje no banco, não se abateu e quase voltou a frente após falta cobrada por Fernando.

Aos 35, time baiano teve uma boa chanace de longe, mas que passou sobre o gol de Diego. O Glorioso respondeu aos 41, quando Luis Henrique bateu por cobertura tentando fazer um lindo gol. No lance seguinte, em um chute cruzado, o Vitória acertou a trave de Diego.

Na volta do intervalo. As coisas não mudaram muito, o duelo seguiu equiparado com chances para os dois lados. Aos 4, o time rubro-negro teve um gol invalidado pelo bandeirinha e o alvinegro com Wenderson quase marcou após um chute de fora da área, aos 7.

Se não marcou no lance anterior, Wenderson não desperdiçou na oportunidade seguinte. Aos 15, a bola fui cruzada na área, zagueiro e goleiro do Vitória se atrapalharam e a bola sobrou para o camisa 10 livre só empurrar com calma para o fundo das redes. Vitória 1 x 2 Botafogo.

Em desvantagem no marcador, a equipe da casa não tinha o que fazer a não ser ir a ataque buscar ao menos um empate. Aos 17, em um ataque rápido pela direita, o atacante baiano chutou cruzado e Diego fez uma belíssima intervenção no cantinho. A pressão rubro-negra piorou após o árbitro deixar a equipe alvinegra com um jogador a menos em campo.

Com um a mais, a equipe do Vitória seguiu apertando o cerco e se lançando ao ataque de forma efetiva, mas a defesa do Botafogo seguiu bem postada e, de forma sólida, afastou todos os perigos. O jogo caminhava para o seu final, já com poucas perspectivas de mudanças. Foi aí que, aos 45, Gabriel, que havia acabado de entrar, recebeu um lançamento longo e fez uma jogada espetacular. O jovem deixou dois marcadores para trás e finalizou entre as pernas do goleiro para fechar a conta e passar a régua.

Final de jogo. Vitória-BA 1 x 3 Botafogo. É incrível o que essas meninos fazem dia após dia, jogo após jogo, se isso não é um time campeão, eu não sei o que é. Vantagem estabelecida e tudo pronto para a última batalha, terça, no Nilton Santos. Rumo ao título. Unidos pelo Caneco, galera!
 
Botafogo: Diego; Lucas César, Luca(Marco), Zyan e Fernando; Marlon, Ion, Mateus Jorge(Gabriel) e Wenderson(Pedro); Amilcar e Luis Henrique.
Técnico: Felipe Conceição/Fabrício Vasconcellos

Fabio de Paula