notícia

Botafogo 4 x 1 Madureira

Fogão goleia no Estádio Nilton Santos e garante a classificação!
Atualizado em 05-04-2015, 17h56

 

 



Uma vitória para se comemorar muito. Com boa campanha, melhor defesa e 10 jogos sem perder, o Madureira dificultou ao máximo, venceu o primeiro tempo por 1 a 0, mas viu o Botafogo se superar para virar o jogo para 4 a 1, neste domingo, no Estádio Nilton Santos. O Glorioso voltou a 33 pontos no Campeonato Carioca e se classificou para a sefiminal! Thiago Carleto, Renan Fonseca, Fernandes e Bill marcaram os gols alvinegros.

O JOGO


O primeiro tempo foi agitado e aberto, com as duas equipes se lançando ao ataque. O Botafogo foi para cima logo no início e quase teve chance clara com Jobson, mas o passe de Carleto foi cortado pela zaga. Em resposta, o Madureira chegou com Formiga, com chute cruzado perigoso de Formiga.

Até os 15 minutos, o Botafogo viveu seu melhor momento, arriscando com Jobson e Diego Giaretta por cima e quase abrindo o placar em cabeçada de Willian Arão, após escanteio cobrado por Tomas.

Entretanto, o Madureira acordou e cresceu no jogo, passando a fazer uma grande atuação. Bem postado defensivamente, o time saía com bons passes e movimentação. Em jogada individual, Rodrigo Pinho bateu colocado por cima. Em lances coletivos, Thiago Galhardo e Rodrigo Lindoso pararam em defesas providenciais de Renan.

Aos 32, a boa atuação do Madureira se converteu em gol. Após lançamento de Thiago Galhardo, Rodrigo Pinho driblou Renan, que ainda tentou tirar o braço, mas não evitou o leve toque. O juiz deu pênalti, bem cobrado por Rodrigo Lindoso.

Do outro lado, porém, o árbitro deixou passar trombada em Bill dentro da área, quando o atacante se preparava para finalizar. Pênalti ignorado, aos 42.

O Botafogo voltou melhor para a etapa final, disposto a reagir e não dar espaços para o Madureira. Se aos 7 Willian Arão foi ao fundo e cruzou para Bill quase marcar (o goleiro interceptou antes), foi na raça e na bola parada que o Fogão empatou. Aos 10, em falta sofrida por Bill na entrada da área, Thiago Carleto soltou a bomba e estufou a rede. Botafogo 1 x 1 Madureira!

Houve um esboço de reação do adversário, com Galhardo na cara do gol, mas Renan tirou com os pés. O jogo havia virado para o Botafogo, que já tinha Fernandes no lugar de Tomas e pressionou até desempatar. Giaretta cabeceou por cima, Jobson bateu com desvio para fora e Renan Fonseca parou em grande defesa do goleiro. No lance seguinte, aos 17, o zagueirão subiu firme para aproveitar escanteio de Élvis e fazer o gol. Botafogo 2 x 1 Madureira!

A partida poderia mudar e ter o adversário com as ações. Mas não foi o que aconteceu. O Botafogo seguiu seguro e até mais perto do terceiro gol do que o Madureira e empatar. Aos 27, Jobson reclamou pênalti ao levar uma trombada na área. Aos 30, a vantagem alvinegra aumentou. Jobson deu bom passe, Gilberto cruzou para trás e Fernandes concluiu com categoria. Botafogo 3 x 1 Madureira!

Ainda deu tempo para mais um! Fernandes sofreu pênalti, que Bill cobrou com categoria para converter e fechar o placar em 4 a 1!

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / BFR)




BOTAFOGO: Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Alisson Brand (Dankler) e Thiago Carleto; Diego Giaretta, Willian Arão, Elvis e Tomas Bastos (Fernandes); Jobson (Sassá) e Bill. Técnico: René Simões.

Danilo Santos