notícia

Cabofriense 0 x 1 Botafogo

Fogão vence em Macaé e chega a 28 pontos no Campeonato Carioca
Atualizado em 22-03-2015, 17h58

 

 


Com ótima atuação de Renan e oportunismo de Sassá, o Botafogo venceu a Cabofriense por 1 a 0  neste domingo, no estádio Moacyrzão, em Macaé. O time alvinegro foi a 28 pontos no Campeonato Carioca, consolidando sua grande campanha.

O próximo adversário é o Barra Mansa, quarta-feira, às 19h30, no Estádio Raulino de Oliveira.

O JOGO


O destaque da etapa inicial foi Renan. Substituto de Jefferson, que está com a Seleção Brasileira, o goleiro fez pelo menos cinco defesas difíceis. A primeira delas logo com 12 segundos, mais duas com 1 minuto, em cabeçada à queima-roupa de Gilcimar e no rebote. Em outra oportunidade, Marcinho finalizou para fora.

Apesar do bom início da Cabofriense, o Botafogo aos poucos equilibrou a partida e ficou próximo de marcar. Aos 15, Jobson arriscou chute forte de fora da área, o goleiro resvalou e a bola saiu raspando. Aos 33, foi a vez de Fernandes clarear a jogada pela esquerda e acertar a trave.

Com mais posse de bola e boas tramas pelas laterais, o Botafogo pecava na última bola, ou no passe ou na definição. Aos 37, a jogada foi bem trabalhada, mas na conclusão, Tássio foi atrapalhado pela zaga e o chute saiu sem força. Ainda deu tempo para, do outro lado, Renan fazer mais duas ótimas defesas, em cabeçada de Marcinho e rebote de Gilcimar, em que o goleiro, caído, esticou o braço para evitar o gol.

No segundo tempo, o panorama mudou. O Botafogo segurou o ímpeto da Cabofriense, se impôs e animou a torcida no Moacyrzão. A primeira chance foi de Tássio, que entrou livre, de frente para o gol, mas não acertou o chute como queria. Já aos 6, Gilberto lançou, Jobson dominou e mandou para a rede, mas o gol foi anulado por impedimento.

O time alvinegro já tinha Sassá na vaga de Tomas, em alteração ofensiva de René Simões. O técnico também colocou Rodrigo Pimpão no lugar de Tássio. O gol alvinegro veio aos 21. Após lançamento longo de Gilberto, Sassá arrancou em velocidade, passou pelo zagueiro e fuzilou o goleiro. Cabofriense 0 x 1 Botafogo!

Sassá teria outra boa chance aos 27, em cruzamento de Rodrigo Pimpão, mas Leandro conseguiu desviar para trás. O autor do gol, no entanto, sofreu uma lesão muscular e teve de sair, quando já não havia mais substituição a ser feita pelo Botafogo (Gegê entrara no lugar de Diego Jardel). Pouco depois, aos 38, Gerson deu um pontapé em Gilberto e não foi punido. Mesmo com dores na panturrilha esquerda, o lateral continuou em campo.

Mesmo com um a menos, o Botafogo seguia atacante. Aos 40, Rodrigo Pimpão lançou Jobson, que ia invadir a área quando foi derrubado por Leandro. Já com cartão amarelo, o zagueiro não foi expulso. Na cobrança, Gegê mandou por cima. Ficou nisso: Cabofriense 0 x  1 Botafogo!

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / BFR)




BOTAFOGO: Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Fernandes, Willian Arão, Diego Jardel (Gegê) e Tomas Bastos (Sassá); Jobson e Tássio (Rodrigo Pimpão). Técnico: René Simões.

Danilo Santos