notícia

À disposição

Recém promovido, Dierson fala sobre sua estreia como profissional no Glorioso
Atualizado em 14-03-2015, 12:30

A partida da última quarta-feira contra o Tigres foi importante para o Glorioso, que reencontrou o caminho das vitórias no campeonato. Porém para um jovem, o dia teve um sabor ainda mais especial. O volante Dierson de 19 anos, recém promovido das categorias de base alvinegra, recebeu um presente do técnico René Simões e estreou como profissional ao entrar no segundo tempo do confronto.

Volante seguro e com um poder de marcação forte, o jovem chamou a atenção do comandante alvinegro após suas boas atuações nas preliminares pelo Sub-20 do Fogão, que vem realizando uma campanha brilhante no estadual da categoria. Com as aparições de destaque e as lesões de dois atletas da posição, Airton e Andreazzi, o garoto foi integrado ao grupo principal.


Elogiado por René, volante Dierson é uma das jóias vindas da base alvinegra. (Foto: Vitor Silva/SS Press)

Após ficar no banco de reservas nos dois clássicos no Maracanã, contra Flamengo e Fluminense, Dierson recebeu a primeira oportunidade diante do Tigres ao entrar no lugar de Fernandes no decorrer da partida. Feliz, o menino contou sobre a sensação de pisar no gramado do Nilton Santos vestindo a camisa do profissional alvinegro pela primeira vez.

- A sensação foi maravilhosa, única e indescritível. No momento de entrar passou um filme na minha cabeça, minha trajetória até ali, o quanto foi difícil e que todo o meu esforço valeu a pena. Fiquei muito feliz com a oportunidade dada pelo professor René, no momento que entrei ele disse para ficar tranquilo e fazer a minha. Isso me deixou muito mais calmo. - contou.

Nascido em Romelândia, Santa Catarina, Dierson chegou ao Botafogo em 2013 vindo do Paraná Clube para reforçar o Sub-20 alvinegro. Enfrentando uma concorrência forte na categoria, o volante teve que batalhar para conseguir o seu espaço. De reserva passou a titular, conquistou um título estadual, se tornou peça fundamental no Sub-20 e por fim chegou ao profissional, tudo isso em um ano e meio de clube.

- Desde que cheguei ao Botafogo sabia que nada ia ser fácil, pois cheguei para um grupo Sub-20 forte e com excelentes jogadores. Mesmo assim em momento algum desanimei, me mantive tranquilo e treinando forte para quando minha oportunidade aparecesse, eu não deixasse escapar. Depois que consegui conquistar meu espaço, segui ainda mais focado e trabalhando duro para alcançar meu sonho de chegar ao profissional do Botafogo. Particularmente, acho que fiz um bom brasileiro Sub-20 e uma boa Copa São Paulo. Comecei 2015 confiante e fiz boas partidas pelo Carioca Sub-20, acho que isso me ajudou bastante. Confesso que não esperava subir agora, mas graças a Deus, aconteceu. Estou preparado e à disposição do professor René para ajudar sempre que solicitado. - afirmou o volante.


O jovem foi uma das peças principais do título Carioca Sub-20 de 2014. (Foto Vitor Silva/SS Press)

Aos poucos, o menino vai começando a se sentir à vontade. A adaptação nunca é fácil, mas Dierson sabe que com a apoio e a motivação da torcida alvinegra, tudo se torna mais simples.

- Primeiramente, eu gostaria de agradecer a todos pelo carinho. Os torcedores alvinegros podem esperar de mim muito empenho e dedicação. Vou fazer de tudo para dar muitas alegrias para esse clube, que desde que eu cheguei me acolheu de braços abertos. Tenho um enorme carinho e admiração por essa camisa! - finalizou o volante.

Fabio de Paula