notícia

Fluminense 3 x 1 Botafogo

Fogão perde a invencibilidade no Carioca e está em segundo lugar
Atualizado em 08-03-2015, 20h22

 

 

O Botafogo saiu na frente, mas desta vez não venceu. O time alvinegro perdeu por 3 a 1 para o Fluminense, em clássico realizado neste domingo, no Maracanã. Jobson fez o gol do Glorioso, mas Kenedy, Gerson e Fred viraram.

Com 19 pontos, o Botafogo é o segundo colocado do Campeonato Carioca e tem como próximo adversário o Tigres, quarta-feira, às 19h30 no Estádio Nilton Santos.

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Fluminense x Botafogo

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o Botafogo promoveu uma série de ações da partida. Sócias do clube puderam conhecer o vestiário antes da chegada do time, os jogadores entraram com uma faixa "Gloriosa, aqui a Estrela é você" e entregaram rosas. A botafoguense Lourdes Brito foi homenageada pelo clube no gramado.

Além disso, a Casa & Vídeo expôs um anúncio de um secador na camisa do Botafogo, após escolha da torcida alvinegra em enquete. Supermercados Unidos, Netshoes, Zeex e Naveg também estamparam suas marcas no uniforme.

O JOGO

O clássico começou animado e aberto no Maracanã. Logo no primeiro lance, Jobson já entraria cara a cara com Diego Cavalieri, em condições de fazer o gol, mas foi derrubado por Giovanni na entrada da área. O árbitro deu apenas cartão amarelo. Na cobrança, Thiago Carleto cobrou na barreira.

Era um jogo de lá e cá, com chances para os dois lados. O Fluminense com mais posse de bola, o Botafogo perigoso nas jogadas rápidas. O time alvinegro contava ainda com um Jefferson inspirado, para fazer boas defesas em chutes de Fred, à queima-roupa, e de Jean de longe.

O Botafogo, por sua vez, foi mais objetivo para abrir o placar. Primeiro, teve grande oportunidade aos 27, quando Jobson ganhou do zagueiro, tentou encobrir Cavalieri, mas mandou por cima. Aos 29, veio o gol. Gilberto, em belo lance, tabelou com Tomas e Bill antes de rolar para Jobson, livre, empurrar para a rede. Fluminense 0 x 1 Botafogo!

A chance para ampliar veio pouco depois, mas foi a vez de Diego Cavalieri fazer grande defesa em cabeçada de Renan Fonseca. Então, o Fluminense aumentou a carga atrás do empate e conseguiu com uma boa dose de sorte. Livre na entrada da área, Wagner errou chute, mas acabou dando passe sem querer para Kenedy, na direita, bater cruzado e marcar, aos 36.

Na etapa final, as oportunidades de gol diminuíram mas o jogo seguiu intenso. Aos 4, Jefferson outra vez apareceu bem após fazer bonita defesa em cabeçada de Fred. Do outro lado, Bill ficaria de frente para Diego Cavalieri, livre, mas a arbitragem errou ao marcar impedimento.

À base dos lançamentos longos e de velocidade, o Fluminense construiu vantagem. Desta forma, Gerson e Fred (dominando com o braço) entraram livre na cara de Jefferson e não desperdiçaram, colocando 3 a 1 no placar. Mais ofensivo, com as entradas de Sassá, Diego Jardel e Tássio, o Botafogo tentou a reação, mas não obteve sucesso. No fim, ainda teve Marcelo Mattos expulso.

Mesmo após a derrota, a torcida alvinegra continuou incentivando e cantou o hino ao fim do jogo, mostrando que está ao lado do Botafogo. Em retribuição, os jogadores se reuniram e bateram palmas.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / BFR)


 
BOTAFOGO:
Jefferson, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Gegê (Diego Jardel) e Tomas Bastos (Sassá); Jobson (Tássio) e Bill. Técnico: René Simões.

Danilo Santos