notícia

Conselhos do Furacão

Exclusivo - Jairzinho exalta Jefferson e quer ajudar Dunga na coletividade da seleção
Atualizado em 05-03-2015, 14:49

O Botafogo será representado duplamente nos amistosos da seleção brasileira diante da França e Chile. Jefferson, convocado novamente, levará a estrela solitária dentro de campo. Fora dele, um grande ídolo do Glorioso e do Brasil ajudará Dunga. Convidado para ser auxiliar pontual, Jairzinho, o Furacão da Copa de 70, passará seu conhecimento de três copas do mundo.

Em entrevista exclusiva ao Site oficial do Botafogo, Jairzinho pontuou como pretende ajudar Dunga na seleção e valorizou o momento do goleiro Jefferson que, com sua nova convocação, aparece como um dos pilares da reestruturação da seleção canarinho.

- Antes de tudo é um prazer ajudar a seleção brasileira e a minha importância para o grupo é o que eu aprendi nos momentos de convívio com outros jogadores desde a conquista do Pan-Americano até a seleção principal. Vou passar para os jogadores a importância do futebol coletivo, até como um fator maior do que a própria individualidade. O Dunga está buscando esse perfil para a seleção brasileira. Que todos participem e que ninguém fiquei longe do Neymar, por exemplo - disse.

Jairzinho espra ajudar Dunga no conceito da coletividade. Segundo o eterno camisa 7, o treinador está correto em procurar dividir a responsabilidade dentro da seleção, fato que, segundo o furacão, aconteceu na conquista do tri em 1970.

- O pensamento do Dunga está correto e ele está fazendo muito bem levando um dos maiores jogadores da seleção em copas do mundo. Fiz gols em todos os jogos da copa de 70 e deslumbrei o mundo, assim como o Pelé, Rivelino, entre outros. Naquela copa o Pelé foi protegido por nós e pôde desenvolver tudo que fez. A parte da criatividade dele dispensa comentários, resta apenas aplaudir. Naquele time prevaleceu a coletividade, nós enganamos os adversários e fomos mais que ofensivos, fomos um grupo - ressaltou Jairzinho.

Eterno ídolo do Botafogo, Jairzinho vê de perto o crescimento de Jefferson, o novo grande nome que veste preto e branco. Para o craque, o goleiro é um dos pilares do trabalho de reconstrução da seleção brasileira.

- O Jefferson é um pilar muito importante dentro de campo e está passando confiança para os colegas. Futebol é gol e, se ele não leva com facilidade, faz com que o restante do grupo tenha confiança nele. O Dunga quer um grupo coeso, não quer viver só da individualidade. Que todos transfiram alegria para dentro de campo e eu apoio o trabalho dele - confia Jairzinho.

Jairzinho aproveitou a oportunidade e deixou um recado para Jefferson. Ou melhor, orientações para que o goleiro também marque época na seleção brasileira.

- Desejo que ele continue lutando pelo objetivo de se firmar como titular da seleção e siga evoluindo como goleiro. Que seja elástico, saiba orientar seus homens de frente e que consiga ser por muito tempo o titular do Brasil assim como eu fui de 1964 até 1974. Jefferson tem tudo para jogar mais copa do mundo. Que continue sendo esse ídolo para o Botafogo e o bom amigo que é - falou ao camisa 1.

Jefferson vive a chance de se firmar e Jairzinho espera passar para o restante do elenco a importância de aproveitar as chances com a camisa canarinho.

- Esperamos colocar na mente dos atletas que eles aproveitem a oportunidade e não deixem brechas para outros. Se cada um entender a característica do outro o jogo vai encaixar naturalmente - finalizou Jairzinho.

Marcos Silva