Metas definidas

Gerente do Futebol Feminino, Rose de Sá exalta renovações de peças importantes e fala sobre objetivos futuros para as Gloriosas


As Gloriosas estão fazendo história com a camisa alvinegra. Após o acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, agora brigam pela liderança do Estadual. Já classificado para as semifinais do Carioca, o Botafogo enfrenta o Fluminense nesta quarta-feira, às 15h, em Laranjeiras.

Fruto de muito trabalho e por trás de toda estruturação do departamento, a gerente Rose de Sá vive o Botafogo, e ainda não se contentou com ‘apenas’ com o acesso:

“Estarei realizada quando consolidarmos nossa equipe na A1, fizermos o torcedor se apaixonar ainda mais pelo feminino, vê-los nos estádios nos incentivando e nos empurrando para vitória. Porém, tenho a certeza que colaborei muito no desenvolvimento do Futebol Feminino do nosso Glorioso. Estou feliz, mas quero mais. E não medirei esforços para tentar que isso aconteça, como falei em 2019, a meta é ‘Ser Gigante’, comentou Rose.

Para que estas metas sejam cumpridas, o Departamento de Futebol Feminino do Botafogo tem buscado novas contratações, fortalecendo a equipe para competir na elite nacional:

“São excelentes contratações que já aumentaram a qualidade do elenco. Mas não paramos, estamos atentos ao mercado, precisamos ser cirúrgicos. Além disso, conseguimos manter boa parte das atletas que já estavam na equipe, tendo assim uma espinha dorsal, isso foi essencial para darmos continuidade ao trabalho. Na A1, queremos fazer esta equipe ser muito competitiva e, inicialmente, buscar ficar entre as 8 equipes classificadas para as quartas de final”, disse Rose.

Assessoria de Imprensa

As Gloriosas estão fazendo história com a camisa alvinegra. Após o acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, agora brigam pela liderança do Estadual. Já classificado para as semifinais do Carioca, o Botafogo enfrenta o Fluminense nesta quarta-feira, às 15h, em Laranjeiras.

Fruto de muito trabalho e por trás de toda estruturação do departamento, a gerente Rose de Sá vive o Botafogo, e ainda não se contentou com ‘apenas’ com o acesso:

“Estarei realizada quando consolidarmos nossa equipe na A1, fizermos o torcedor se apaixonar ainda mais pelo feminino, vê-los nos estádios nos incentivando e nos empurrando para vitória. Porém, tenho a certeza que colaborei muito no desenvolvimento do Futebol Feminino do nosso Glorioso. Estou feliz, mas quero mais. E não medirei esforços para tentar que isso aconteça, como falei em 2019, a meta é ‘Ser Gigante’, comentou Rose.

Para que estas metas sejam cumpridas, o Departamento de Futebol Feminino do Botafogo tem buscado novas contratações, fortalecendo a equipe para competir na elite nacional:

“São excelentes contratações que já aumentaram a qualidade do elenco. Mas não paramos, estamos atentos ao mercado, precisamos ser cirúrgicos. Além disso, conseguimos manter boa parte das atletas que já estavam na equipe, tendo assim uma espinha dorsal, isso foi essencial para darmos continuidade ao trabalho. Na A1, queremos fazer esta equipe ser muito competitiva e, inicialmente, buscar ficar entre as 8 equipes classificadas para as quartas de final”, disse Rose.

Assessoria de Imprensa

OUTRAS NOTÍCIAS